Início / Agricultura / Feira Nacional de Agricultura arranca com conferência sobre desafios da inovação no sector agroflorestal

Feira Nacional de Agricultura arranca com conferência sobre desafios da inovação no sector agroflorestal

Feira Nacional de Agricultura/Feira do Ribatejo arranca a 9 de Junho com a realização da conferência “Inovação – Que desafios para o sector agroflorestal nacional?”, a partir das 9h30, no CNEMA – Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas, em Santarém. O evento pode ser acompanhado de forma presencial ou via plataforma digital.

As inscrições nesta iniciativa são gratuitas, mas obrigatórias até dia 7 de Junho (aqui).

Esta é umas das várias conferências levadas a cabo pelos doze Centros de Competência que vão estar presentes na Feira. No final da conferência será efectuada uma visita guiada ao stand dos Centros de Competência “Inovação, Investigação e Competitividade”.

Programa

09h30 | Sessão de Abertura
Gonçalo Morais Tristão (Representante dos Centros de Competência)
Eduardo Oliveira e Sousa (Presidente da CAP)
Maria do Céu Antunes (Ministra da Agricultura) (*)

10h00 | A Inovação como aposta estratégica de competitividade do sector agroflorestal
Orador: Nuno Canada (Presidente do INIAV)
Moderador: Luís Mira da Silva (Instituto Superior de Agronomia)

Comentadores:
Isabel Rocha (Presidente do Colab – InnovPlantProtect)
Margarida Oliveira (Subdirectora da ESA de Santarém)
Maria do Carmo Martins (Secretária-geral do COTHN)
Pedro Silveira (Produtor agroflorestal)
Rita Barradas (Gestora do PDR 2020)

10h50 – Encerramento

(*) A confirmar

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Carmona Rodrigues lidera Grupo de Trabalho para estratégia de gestão, armazenamento e distribuição eficiente da água

Partilhar              O Governo decidiu criar um Grupo de Trabalho para delinear a estratégia multissectorial, “Água que Une”, …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.