Início / Agricultura / Federação Agrícola dos Açores satisfeita com manutenção das taxas de co-financiamento nas regiões ultra-periféricas

Federação Agrícola dos Açores satisfeita com manutenção das taxas de co-financiamento nas regiões ultra-periféricas

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Federação Agrícola dos Açores informa que a recente decisão de manutenção da taxa de co-financiamento de 85% dos fundos comunitários para as regiões ultra-periféricas, é “o reconhecimento da importância destes territórios na União Europeia e contribui para a coesão económica e social da região”.

Em comunicado, aqueles agricultores dizem que “esta sempre foi uma reivindicação da Federação Agrícola dos Açores, já que atendendo às especificidades da região, não fazia sentido a proposta inicial de taxa de co-financiamento de 70% dos fundos comunitários na região, nomeadamente, do desenvolvimento rural”.

A Federação Agrícola dos Açores refere ainda que “tem desenvolvido um trabalho persistente e contínuo junto das várias Instituições da União Europeia, em sintonia com o Governo dos Açores e com o Governo da República, pelo que esta decisão é justa e vem de encontro às pretensões dos agricultores açorianos”.

Regiões ultra-periféricas

A União Europeia (UE) inclui nove regiões ultra-periféricas que estão geograficamente muito afastadas do continente europeu. São estas a Guiana Francesa, Guadalupe, Martinica, Maiote, Reunião e São Martinho (França), os Açores e a Madeira (Portugal) e as Ilhas Canárias (Espanha).

O estatuto específico conferido às regiões ultra-periféricas ao abrigo do artigo 349.º do TFUE tem conduzido, desde 2004, a estratégias europeias que visam responder aos desafios que estas regiões enfrentam e a apoiar a exploração dos seus activos.

A execução destas estratégias baseia-se numa forte parceria entre a Comissão Europeia, as regiões ultra-periféricas e os seus Estados-membros (França, Portugal e Espanha). O Parlamento Europeu também participa nesta parceria por via de um grupo pluri-partidário de nove deputados em representação das regiões ultra-periféricas. O Conselho Europeu reúne um grupo de trabalho específico para as regiões ultra-periféricas sempre que necessário.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Apormor repudia intenção do Governo de criar uma Direcção-Geral dependente do Ambiente para a sanidade e bem-estar animal

Partilhar            A Apormor — Associação de Produtores do Mundo Rural da Região de Montemor-o-Novo associa-se a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.