Início / Economia / Exportações e importações diminuíram 10,1% e 23,1%, respectivamente, em Junho de 2020

Exportações e importações diminuíram 10,1% e 23,1%, respectivamente, em Junho de 2020

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As exportações e as importações de bens, em Junho de 2020, registaram variações homólogas nominais de menos 10,1% e menos 23,1%, respectivamente (-38,7% e -39,8% em Maio de 2020, pela mesma ordem), revela o Instututo Nacional de Estatística (INE).

A maioria das categorias de produtos apresentou decréscimos, destacando-se nas exportações os Fornecimentos industriais (-13,0%) e nas importações o Material de transporte e os Combustíveis e lubrificantes (-49,4% e -65,5%, respectivamente).

Excluindo os Combustíveis e lubrificantes, as exportações e as importações diminuíram 7,6% e 17,2%, respectivamente (-34,8% e -34,7%, pela mesma ordem, em Maio de 2020).

Balança comercial

O défice da balança comercial de bens diminuiu 1.049 milhões de euros face ao mês homólogo de 2019, atingindo 828 milhões de euros em Junho de 2020. Excluindo os Combustíveis e lubrificantes, a balança comercial atingiu um saldo negativo de 665 milhões de euros, correspondente a uma diminuição do défice em 664 milhões de euros em relação a Junho de 2019.

No 2.º trimestre de 2020, as exportações e as importações de bens diminuíram respectivamente 30,6% e 34,4% face ao 2.º trimestre de 2019 (-31,0% e -30,7%, pela mesma ordem, no trimestre terminado em Maio de 2020).

No 1.º semestre de 2020, verificaram-se decréscimos de 17,1% nas exportações e 19,7% nas importações, o que representa uma inversão da tendência de crescimento registada em ambos os fluxos no 2.º semestre de 2019 (+4,0% e +4,3%, pela mesma ordem). Excluindo os Combustíveis e lubrificantes, as diminuições foram de 16,5% e 18,2%, respectivamente (+4,2% e +5,3%, no 2º semestre de 2019).

Resultados globais

Em Junho de 2020, em termos das variações homólogas mensais, as exportações diminuíram 10,1% (-38,7% em Maio de 2020) e as importações decresceram 23,1% (-39,8% em Maio de 2020), em ambos os casos devido à diminuição tanto do comércio Intra-UE como do Extra-UE.

A maioria das categorias de produtos apresentou decréscimos, destacando-se nas exportações os Fornecimentos industriais (-13,0%) e nas importações o Material de transporte e os Combustíveis e lubrificantes (-49,4% e -65,5%, respectivamente).

Em parte, a menor amplitude da redução observada em ambos os fluxos de comércio reflectiu um efeito de calendário (Junho de 2020 teve mais dois dias úteis que Junho de 2019).

As taxas de variação homólogas em Junho foram ainda afectadas por um efeito de base, tendo em conta o volume muito elevado de importações no mês homólogo do ano anterior, quando se registaram importações significativas de Material de transporte, e o volume muito reduzido de exportações, principalmente de Combustíveis e lubrificantes.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Confagri defende valorização do segundo pilar da PAC e possibilidade de novos compromissos agroambientais

Partilhar            A Confagri — Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas defende a valorização do segundo pilar da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.