Início / Empresas / Associativismo / Exportações de mobiliário e colchoaria crescem 15% com França a liderar

Exportações de mobiliário e colchoaria crescem 15% com França a liderar

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As exportações das empresas do sector de mobiliário e de colchoaria registaram, no primeiro quadrimestre de 2016, um crescimento de 15% face ao período homólogo do ano passado. De acordo com dados apurados pela APIMA – Associação Portuguesa das Indústrias de Mobiliário e Afins junto do Instituto Nacional de Estatística (INE), o valor das exportações realizadas naquele período atingiu um total de 582 milhões de euros. Mas as importações também cresceram, 18%.

“O mercado francês, com 182 milhões em vendas, é o principal destino das exportações do sector, tendo crescido 24% face a igual período de 2015 e alcançado uma quota de 31% do total de exportações”, revela Gualter Morgado, gestor de projecto da APIMA.

A posição de França no ranking dos principais destinos comerciais do sector é seguida de perto pela Espanha, que cresceu 26% em termos homólogos, para um volume de vendas na ordem dos 166 milhões de euros, correspondentes a uma quota de mercado de 29%.

Alemanha em queda

Apesar do decréscimo homólogo de 19%, a Alemanha surge na terceira posição deste ranking, tendo sido responsável por um volume de vendas próximo dos 36 milhões de euros, equivalente a uma quota de 6% das exportações.

“Esta análise revela ainda melhorias no desempenho das exportações para o Reino Unido e Estados Unidos, países com crescimentos de 4% e 26%, respectivamente, quando comparados com igual período de 2015”, destaca a mesma fonte da APIMA.

Importações crescem 18%

Ainda segundo os dados compilados pela APIMA, importa salientar que as importações do sector registaram um crescimento de 18% face a igual período homólogo, fixando-se nos 256 milhões de euros, valor que assegura a continuação de um saldo superavitário da balança comercial do sector, que registou a importância de 326 milhões. A taxa de cobertura das exportações pelas importações do período em referência é de 228%.

Recorde-se que, com os objectivos de aumentar as receitas do sector, de estabelecer a categoria ‘Mobiliário Português’ nos mercados externos e de posicionar o Made in/Made by Portugal como algo positivo, diferenciador e criador de valor, a APIMA está, desde Abril de 2015, a desenvolver uma campanha de promoção internacional do sector de mobiliário e afins.

Através desta campanha, levada a cabo no âmbito do projecto conjunto da APIMA-Interfurniture 2015/2016 -, marca registada e criada pela APIMA com o propósito de conferir uma identidade à campanha de promoção internacional do sector, a associação já apoiou 105 empresas, que marcaram presença num conjunto de 26 acções promocionais realizadas em 8 mercados estratégicos (Espanha, Singapura, Itália, França, Estados Unidos., Reino Unido, Rússia e Alemanha), onde dispuseram de 264 espaços de exposição em feiras e montras internacionais.

Esta campanha de promoção internacional do sector, que se estende até ao próximo mês de Agosto, contou com o apoio do Compete, ao abrigo do programa de incentivos Portugal 2020, com um orçamento aprovado de 8 milhões de euros. Até Maio, atingiu já 93% de execução, prevendo-se que irá ultrapassar os 100%.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Conserveira Pinhais comemora centenário a preservar receitas com 100 anos

Partilhar            A Pinhais comemora no dia 23 de Outubro 100 anos, período durante o qual pouco …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.