Início / Agricultura / Exportações agroalimentares da UE crescem 7% nos primeiros 8 meses de 2021

Exportações agroalimentares da UE crescem 7% nos primeiros 8 meses de 2021

Os últimos dados relativos ao comércio agroalimentar da União Europeia (UE) publicados hoje, 26 de Novembro, mostram que o comércio continua a aumentar de forma constante, com as exportações a aumentar 7% em comparação com os primeiros oito meses de 2020.

O valor total do comércio agroalimentar da UE (exportações mais importações) entre Janeiro e Agosto de 2021 atingiu um valor de 210,5 mil milhões de euros, o que reflecte um aumento de 5,1 % em relação ao mesmo período do ano passado.

As exportações aumentaram 7%, passando para 127,5 mil milhões de euros, enquanto as importações cresceram 2,3%, passando para 85 mil milhões de euros, o que representa um excedente total do comércio agroalimentar de 44 mil milhões de euros nos primeiros oito meses do ano. Trata-se de um aumento de 17% em relação ao período correspondente de 2020.

Refere uma nota de imprensa da Comissão Europeia que números positivos foram relatados nas exportações para os Estados Unidos, que cresceram 2 mil milhões de euros, ou 15%, em grande parte impulsionadas pelo forte desempenho de vinhos, destilados e licores. Além disso, as exportações para a China aumentaram 812 milhões de euros, enquanto aumentos em valores também foram relatados nas exportações para a Suíça (mais 531 milhões), Coreia do Sul (mais 464 milhões), Noruega (mais 393 milhões) e Israel (até 288 milhões de euros).

As exportações para o Reino Unido durante este período foram quase o mesmo valor do ano passado. Com apenas 116 milhões de euros, 0,4% abaixo dos valores de 2020, “isso ilustra uma recuperação significativa nos últimos meses, dada a queda nas exportações para o Reino Unido nas primeiras partes do ano”, refere a mesma nota.

Saiba mais aqui.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Aditivo alimentar dióxido de titânio proibido a partir deste Verão

Partilhar               A Comissão Europeia adoptou, a 14 de Janeiro, a proibição da utilização do dióxido …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.