Início / Agricultura / Europeus preferem cadeias curtas de abastecimento e 92% considera alimentos biológicos mais caros

Europeus preferem cadeias curtas de abastecimento e 92% considera alimentos biológicos mais caros

Mais de oito em cada dez cidadãos da União Europeia (87%) apontam uma cadeia de abastecimento curta como um factor importante na sua decisão de comprar produtos alimentares. E sete em cada dez europeus (70%) consideram que a União Europeia (UE), através da Política Agrícola Comum (PAC), está a cumprir o seu papel de garantir uma forma sustentável de produzir alimentos.

Estas são algumas das conclusões do último Eurobarómetro sobre agricultura e PAC publicado hoje, 21 de Junho. É o 7º desde 2007. O inquérito foi realizado nos 27 Estados-membros da UE entre 21 de Fevereiro e 21 de Março de 2022, durante as primeiras semanas da guerra na Ucrânia. Os tópicos abrangidos também incluem o comércio internacional de produtos agrícolas, rótulos de qualidade, necessidades alimentares especiais e o regime escolar da UE.

Biológicos são mais caros

Quando questionados sobre os produtos alimentares biológicos, 92% dos europeus pensam que são mais caros do que outros produtos alimentares. Pouco mais de quatro em cada dez europeus pensam que é difícil encontrar produtos biológicos nas suas lojas e supermercados locais. A maioria concorda com esta afirmação em 13 Estados-membros.

No entanto, existem diferenças significativas a nível nacional neste ponto. Desde 2020, a proporção de inquiridos que dizem que os produtos biológicos são difíceis de encontrar na sua área local diminuiu em 15 países, mais notavelmente em Portugal (50%, -13), Grécia (40%, -12), Áustria (39% , -12) e República Tcheca (31%, -10).

No entanto, aumentou em 10 países, com destaque para Malta (63%) e Chipre (65%), com os inquiridos a ter mais dificuldade em aceder a produtos biológicos do que em 2020. Permanece inalterado na Alemanha e em França.

Por outro lado, mais de nove em cada dez inquiridos consideram que, na UE, a agricultura e as zonas rurais são importantes para o nosso futuro. Com a PAC a celebrar o seu 60º aniversário, a grande maioria dos inquiridos (70%) em todos os 27 Estados-membros afirma ter ouvido falar do apoio que a UE dá aos agricultores através desta política.

A maioria concorda que a PAC contribui para incentivar a entrada dos jovens no sector agrícola e para aumentar o número de empregos nos sectores agrícola e alimentar. Os inquiridos também acreditam que desempenha um papel na redução das disparidades no desenvolvimento das diferentes regiões e territórios da UE. Globalmente, 76% afirmam que a PAC beneficia todos os cidadãos europeus e não apenas os agricultores.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Cotações – Cereais – Informação Semanal – 13 a 19 Junho 2022

Partilhar              Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas Cereais Outono-Inverno Esta semana foi dada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.