Início / Agricultura / Europeias 2024. BE quer “criar 10 milhões de empregos para o clima até 2030”
© BE

Europeias 2024. BE quer “criar 10 milhões de empregos para o clima até 2030”

O Bloco de Esquerda (BE) apresenta-se às eleições para o Parlamento Europeu, de 9 de Junho de 2024, a defender a criação de “10 milhões de empregos para o clima até 2030 [na União Europeia], apoiar trabalhadores de sectores da economia em reconversão, produzir de energia limpa e descentralizada, garantir eficiência energética na habitação acessível a todas as pessoas, fazer a transição da mobilidade automóvel para transportes colectivos a energias renováveis à escala nacional e europeia, ligar a Europa por ferrovia e impor regras e limites aos voos de curta distância”.

Defende o Manifesto Eleitoral do Bloco que se deve “adaptar o território para proteger as populações dos efeitos das alterações climáticas com base em critérios de equidade territorial e de justiça social, regeneração da natureza, incentivar florestas com espécies autóctones, resilientes aos incêndios florestais e biodiversas, remunerar o serviço ecológico da floresta e da agricultura sustentável, apoiar agricultores afectados pela seca, criar áreas marinhas protegidas com compensação às actividades afectadas”.

“Não temos tempo a perder: todos os estudos indicam a aceleração do aquecimento global. Os desafios da transição energética e da descarbonização implicam uma política de desenvolvimento e investimento público na produção e distribuição de energia renovável, estabelecimento de preços justos e políticas de eficiência energética. O grande projecto europeu dos nossos dias deve residir num novo modelo económico, que aposte nas energias renováveis, mas também na mobilidade, na reabilitação urbana, na agricultura e pecuária sustentáveis e na reconversão industrial e dos modos de consumo”, realça o documento.

Acrescenta o Manifesto Eleitoral do BE que se deve “proteger bens comuns, referendar localmente todos os projectos de extracção de minerais críticos, fazer uma moratória à mineração em mar profundo, proibir o transporte de animais vivos, promover circuitos curtos de distribuição e combater obsolescência planeada (ou seja, impedir produtos deliberadamente projectados para terem uma vida útil limitada, aumentando consumo e poluição)”.

Pode ler o Manifesto Eleitoral do Bloco de Esquerda aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

INE. “Aumento acentuado dos custos de produção” levou “à redução dos efectivos” bovinos

Partilhar              O aumento acentuado dos custos de produção (sobretudo da alimentação) e a falta de pastagens …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.