Início / Agricultura / Europac aumenta lucro em 82% para 58 milhões de euros
José Miguel Isidro, presidente do Grupo Europac

Europac aumenta lucro em 82% para 58 milhões de euros

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O conselho de administração do Grupo Europac aprovou esta manhã, 25 de Outubro, os resultados correspondentes aos nove primeiros meses do exercício, em que a companhia registou um resultado líquido de 58,2 milhões de euros, uma subida de 81,8% face ao ano anterior. Num contexto de crescimento da facturação no valor de 9,7% para atingir os 876,9 milhões de euros, o EBITDA consolidado aumentou 31,6% para os 118,3 milhões de euros, enquanto o EBIT cresceu 44,7% para 78,0 milhões de euros.

O EBITDA consolidado inclui os efeitos extraordinários positivos e negativos derivados fundamentalmente da venda da fábrica de embalagem de Tânger e o operador logístico do porto de Viana do Castelo, assim como a liquidação das garantias vinculadas à aquisição das fábricas de papel e embalagem de Rouen (França) em 2008 por um montante total líquido de 14 milhões de euros.

A evolução dos resultados da Europac entre 1 de Janeiro e 30 de Setembro responde às subidas de preços da venda de papel reciclado e kraftliner num contexto de procura final forte e stocks baixos, situação que a empresa calcula que se manterá durante 2018. Dados oficiais do sector mostram que o preço médio de venda nos primeiros nove meses do ano em relação ao mesmo período do exercício anterior aumentou em 29 euros por tonelada no papel reciclado e em 52 euros por tonelada no papel kraftliner.

Para a melhoria dos resultados contribuíram ainda os projectos de gestão interna de carácter operativo e comercial destinados a aumentar as receitas e a rentabilidade, bem como os investimentos realizadas no aumento de capacidade.

Matéria-prima

O governo chinês, com o objectivo de fomentar a recuperação interna de papel para reciclar, proibiu a importação de determinadas qualidades de papel recuperado e limitou as licenças de importação em função da massa crítica dos produtores de papel. Desde o mês de Agosto, esta medida provocou um aumento da disponibilidade de papel recuperado na Europa e uma baixa média do preço da matéria-prima de 50 euros por tonelada.

Estas duas circunstâncias, subida de preços de venda do papel por um lado e redução do preço da matéria-prima por outro, permitiram que a margem de EBITDA se situe nos 18,5%, 3,6 pontos percentuais mais que há um ano. Em termos recorrentes, a margem de EBITDA atingiu os 16,2%.

José Miguel Isidro, presidente da Europac, salienta que “a estabilidade das condições actuais de mercado, com procura final forte e stocks em níveis mínimos, permite-nos prever a manutenção da tensão dos preços de venda de papel. Além disso, é de recordar que no mês de Agosto produziram-se as últimas subidas de preço dos papéis kraftliner e reciclados, que vão ter pleno efeito durante o último trimestre de 2017, gerando expetativas muito positivas para o último trimestre do ano, que estimamos terão continuidade durante 2018”.

Sobre os objectivos do Plano Estratégico 2015-2018, sublinhou que “a empresa cumpriu com 15 meses de antecipação os objectivos de margem de EBITDA e o rácio dívida-EBITDA, e o objectivo de ROCE vai ser cumprido previsivelmente no último trimestre de 2017. O Conselho de Administração da Europac vai estudar a possibilidade de rever os objectivos actuais e publicar um novo plano estratégico para o período 2018-2020”.

Divisão de papel a crescer

Na Divisão Papel, o EBITDA aumentou 30,8% até aos 102,2 milhões de euros pela produção de papéis de maior valor acrescentado como os kraftliner, estucados, brancos e castanhos de altas prestações, e as subidas dos preços de venda. Tudo isto, apesar das paragens programadas para aumento de capacidade de produção e manutenção.

Neste sentido, a paragem programada da fábrica de Rouen não impediu que a produção de papel reciclado superasse em 6.000 toneladas a produção do mesmo período de 2016. Na fábrica de papel kraftliner de Viana do Castelo (Portugal) foi executado um investimento que aumenta a capacidade de produção da máquina de papel em 12 mil toneladas anuais com uma paragem de 7 dias.

As vendas da Divisão Packaging subiram 5,4%, mas a subida do preço da sua matéria-prima supôs uma descida do EBITDA de 88,0%, em relação ao ano anterior, situação que se irá corrigindo nos próximos trimestres à medida que se forem revendo as tarifas dos acordos comerciais, repercutindo no mercado a referida subida.

Agricultura e Ma Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Maria do Céu Albuquerque anuncia 3 M€ para armazenamento de Vinho do Porto

Partilhar            A ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, reuniu hoje, 8 de Julho, em Lisboa …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.