Início / Agricultura / Eurodeputados querem eliminar utilização de óleo de palma nos biocombustíveis

Eurodeputados querem eliminar utilização de óleo de palma nos biocombustíveis

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os eurodeputados votam hoje, 4 de Abril, um relatório instando a Comissão Europeia a tomar medidas para eliminar progressivamente a utilização de óleo de palma nos biocombustíveis na União Europeia até 2020. O relatório vai no sentido de se reforçarem as medidas ambientais para “evitar a desflorestação causada pela produção de óleo de palma. “O Parlamento Europeu deve ser ambicioso. Não deveria existir óleo de palma nos biocombustíveis”, afirmou Katerina Konečná, eurodeputada checa da Esquerda Unitária Europeia/Esquerda Nórdica Verde, autora do relatório.

Segundo o documento, o óleo de palma é produzido em diferentes regiões de África, Ásia, principalmente da Indonésia e Malásia, e América do Sul. A utilização deste óleo vegetal duplicou desde 2010, e de acordo com estimativas, a sua utilização deverá voltar a duplicar até 2050. “A UE é um dos maiores consumidores mundiais de óleo de palma, embora esteja a tentar reduzir do seu consumo”, afirma Kateřina Konečná.

Em vários alimentos

Raramente utilizado há 30 anos, o óleo de palma pode agora ser encontrado numa ampla variedade de produtos alimentares, como margarida, pasta de chocolate para barrar, batatas fritas; cosméticos, detergentes e biocombustíveis. Em 2014, 45% do óleo de palma importado pela Europa era utilizado em combustíveis para transporte rodoviário (um aumento de 34% desde 2010).

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Sines recebe exercício de combate à poluição Atlantic Polex.PT 2021 a 27 e 28 de Outubro

Partilhar               A Direcção de Combate à Poluição do Mar da Autoridade Marítima Nacional organiza, nos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.