Início / Agricultura / Eurodeputada do PS: “as mulheres são a raiz do Mundo Rural”

Eurodeputada do PS: “as mulheres são a raiz do Mundo Rural”

Isabel Carvalhais, eurodeputada eleita pelo Partido Socialista (PS), considera que “as mulheres são a raiz do Mundo Rural” e que “qualquer lugar, qualquer aldeia, vai-se aguentando enquanto nela habitam as suas mulheres”.

A eurodeputada falava no Fórum dedicado à Mulher no Mundo Rural, organizado pela APTRAN – Associação Portuguesa de Tracção Animal, pelo Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), através da Escola Superior Agrária, o Município de Paredes de Coura e o Laboratório Rural, alertando para a pouca valorização do trabalho das mulheres não obstante a sua centralidade na dinâmica do mundo rural.

Na sua intervenção inicial, Isabel Carvalhais lançou a pergunta se “pode um lugar rural sobreviver sem as mulheres?” respondendo de seguida que a história dos lugares demonstra de forma bem clara essa mesma impossibilidade. “Qualquer lugar, qualquer aldeia, vai-se aguentando enquanto nela habitam as suas mulheres. Mesmo quando idosas e cansadas. É a sua presença que vai mantendo vivo o desejo de retorno dos filhos e dos netos. Quando partem, fecham-se as portas, morrem as casas e com elas apaga-se a vida dos lugares. As mulheres são como a última raiz que agarra a árvore à terra. Quando a raiz seca, a árvore morre”.

Ainda nas suas notas de intervenção, a eurodeputada relembrou que a desigualdade de género no mundo rural é ainda uma realidade bem presente, seja na desigualdade salarial, seja na menor presença das mulheres em cargos de gestão e na detenção de propriedade, mesmo quando sobre elas recaem grande parte das tarefas de organização de uma exploração.

Recordando o seu recente relatório sobre a visão a longo prazo para o mundo rural, e o relatório agora em desenvolvimento sobre a renovação geracional no mundo agrícola europeu, a deputada socialista lembrou também algumas directivas europeias e políticas públicas que relevam para a luta pela igualdade de género, mas sublinhando que a justiça resultante da boa aplicação desses quadros normativos e políticos não pode ficar circunscrita aos mundos urbanos, sendo urgente assegurar que também se efectiva nas realidades múltiplas do mundo rural.

Procurando afirmar-se como espaço privilegiado de análise e discussão de ideias, desafios, ameaças e oportunidades que a ruralidade enfrenta, o Fórum do Mundo Rural juntou recentemente em Paredes de Coura, um painel de mulheres rurais que partilharam com a audiência as suas experiências de vida pessoal e profissional, contribuindo assim para promover o reconhecimento das mulheres rurais e inspirar novos projectos no feminino.

O evento contou ainda com a presença do vice-presidente da Câmara Municipal de Paredes de Coura, Tiago Cunha, com mulheres rurais da Associação Espanhola Granaderas En Red, com a Confederação Nacional da Agricultura e ainda com o IPVC – Escola Superior Agrária de Ponte de Lima.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Inspectores de navios de São Tomé e Príncipe treinam na DGRM

Partilhar               A DGRM – Direcção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos informa que esta semana …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.