Início / Agricultura / Estudo. Olivais modernos aumentam a fixação da população rural

Estudo. Olivais modernos aumentam a fixação da população rural

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

São muitos os defensores de que o olival moderno elimina mão-de-obra, ao substituir pessoas por maquinaria, embora “o que se gera seja um trabalho mais profissionalizado e melhor remunerado, com a gestão do olival moderno e diferenciado, que requer um conhecimento maior”. Ou seja, “a inovação na olivicultura aumenta a fixação da população no meio rural”.

Estas são algumas das conclusões do trabalho de investigação desenvolvido, em Espanha, na III Edição do Mestrado em Administração e Gestão de Empresas Oliveiras, organizado pela Juan Vilar Consultores Estratégicos e a Intercoop — Agro-Food Business School (ESNEA).

O estudo assegura que a geração de receitas líquidas é a circunstância que mais fixa a população no meio rural, sendo esta maior nos olivais modernos, olivais tradicionais mecanizados de rega e em olivais ecológicos. “Quanto menos valor acrescentado um olival gera, menor é a população que emprega e, por isso, fixa as zonas rurais”.

Trabalho não sazonal

Por outro lado, explica que o “emprego gerado pelo olival moderno, e diferenciado, não é sazonal, ao contrário do que acontece no olival tradicional, que gera a maior parte da mão-de-obra durante a campanha de apanha da azeitona. O emprego gerado pelo moderno e diferenciado olival é distribuído ao longo do ano”.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Carne Ramo Grande dos Açores reconhecida como Denominação de Origem a nível nacional

Partilhar            A Secretaria Regional da Agricultura e Florestas informa que foi conferido à Carne Ramo Grande …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.