Início / Empresas / Estivadores e operadores do Porto de Lisboa chegam a acordo

Estivadores e operadores do Porto de Lisboa chegam a acordo

O Sindicato dos Estivadores, Trabalhadores de Tráfego e Conferentes Marítimos do Centro e Sul de Portugal e a Associação dos Operadores do Porto de Lisboa chegaram a acordo relativamente às três questões sobre as quais estavam em divergência, refere um comunicado da ministra do Mar.

Estes pontos referiam-se à admissão de trabalhadores portuários, progressão na carreira e exercício de algumas funções especializadas. A reunião foi coordenada pela ministra do Mar, Ana Paula Vitorino.

Foi ainda acordado:

  • Suspensão imediata do pré-aviso de greve em vigor, com levantamento após confirmação em plenário pelos trabalhadores filiados no sindicato no prazo máximo de 24 horas.
  • Preparação e execução no curto prazo de uma campanha de promoção do Porto de Lisboa efectuada pelos operadores, sindicato e APL.
  • Redacção e assinatura, no prazo de quinze dias, do novo Contrato Colectivo de Trabalho (CCT) com base nas matérias acordadas nesta data e nas negociações decorridas entre 7 de Janeiro e 4 de Abril do corrente ano.
  • Declaração de que não existe desacordo relativamente a nenhuma matéria relativa ao novo CCT.

O novo CCT deverá ter um prazo de vigência de seis anos, comprometendo-se o sindicato, durante o referido prazo, a recorrer a uma comissão paritária em caso de incumprimento do CCT.

“A importância do Porto de Lisboa para o País, para o crescimento económico e para a manutenção e criação de emprego, obriga a pôr fim ao clima de instabilidade que permanece há mais de quatro anos”, diz a ministra do Mar em comunicado.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Empresa belga procura fabricante especializado em mobiliário feito com madeira maciça

Partilhar              Uma empresa belga de design de interiores procura um fabricante especializado em mobiliário feito com …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.