Início / Agricultura / Espinho tem novo sistema para combate aos ninhos de vespa asiática

Espinho tem novo sistema para combate aos ninhos de vespa asiática

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Câmara Municipal de Espinho adquiriu um novo sistema de intervenção nos ninhos de vespa velutina (asiática). O novo sistema agora utilizado dispensa meios elevatórios, corte de árvores e meios de prevenção durante o processo de queima que só podiam ocorrer no período nocturno.

“É mais simples, mais eficaz, mais rápido, pode ser feito em qualquer altura do dia e reduz ao máximo a quantidade de químicos e respectivo impacto ambiental”, garante uma nota de imprensa da autarquia.

Este novo método de eliminação dos ninhos das vespas asiáticas consiste na injecção de um insecticida, biocida e de feromonas de agregação que eliminam das vespas envolvidas na actividade do ninho.

Ninho começa a desfazer-se ao fim de cerca de 7 dias

Esta injecção pode ser feita por dois sistemas, por uma cana extensível em fibra de carbono ou através de um marcador de ar comprimido. As vespas, no esforço de limpar o ninho, acabam por propagar o veneno aos ninhos secundários. Depois de intervencionado, o ninho permanece no local, começando a desfazer-se ao fim de cerca de 7 dias.

Desde 2015, ano em que foi detectado o primeiro ninho de vespa asiática no concelho de Espinho, já foram eliminados mais de 200 ninhos.

E a Câmara alerta: caso identifique um ninho de vespa asiática não tente removê-lo e não se aproxime do local. Contacte o Corpo de Bombeiros do Concelho de Espinho através do telefone 227 340 005 ou 227 340 042.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Governo garante serviço do SIRESP com indemnização compensatória de 11 milhões de euros

Partilhar            O Governo aprovou a atribuição de uma indemnização compensatória de 11 milhões de euros à …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.