Início / Agricultura / Espanhóis marcam protesto por pagarem gasóleo agrícola a 1,37€/l. Portugueses pagam 1,743€/l

Espanhóis marcam protesto por pagarem gasóleo agrícola a 1,37€/l. Portugueses pagam 1,743€/l

Os agricultores espanhóis vão bloquear o centro logístico de combustíveis (CLH), em Santovenia de Pisuerga, Valladolid, no dia 23 de Junho. Uma forma de protesto devido “à situação extremamente crítica que os profissionais do sector agrícola estão a sofrer devido ao preço escandaloso do gasóleo agrícola”, acusando as petrolíferas de especulação.

O preço médio do gasóleo agrícola à venda nos postos espanhóis está nos 1,57 euros/litro. No entanto, o governo espanhol, desde 1 de Abril e até 30 de Junho, está a aplicar um desconto automático de 20 cêntimos por litro sobre o preço de venda ao público.

Já em Portugal o preço médio do gasóleo agrícola chegou ontem, 14 de Junho, aos 1,743 euros por litro. Um aumento de 38,2% desde o início da guerra na Ucrânia, quando o custo médio era de 1,261 euros por litro e de 75,9% relativamente a 14 de Junho de 2021, quando custava 0,991 €/l.

Em Portugal, as taxas unitárias do imposto sobre os produtos petrolíferos e energéticos (ISP) só voltam a ser reajustadas pelo Ministério das Finanças no próximo dia 17 de Junho.

Preços batem recordes

O protesto em Espanha é organizado pela ASAJA — Associação Agrícola de Jovens Agricultores de Espanha, a UPA — União de Pequenos Agricultores e Ganadeiros e a COAG – Coordinadora de Organizaciones de Agricultores y Ganaderos.

Em comunicado, aquelas organizações agrícolas explicam que “o gasóleo B [gasóleo agrícola] continua a bater todos os recordes históricos, situando-se actualmente na média de 1,57 euros/litro, fruto única e exclusivamente da especulação e absoluta falta de escrúpulos das petrolíferas e do mercado grossista de combustíveis automóveis em Espanha”.

Como exemplo desta situação extrema, “o preço do gasóleo agrícola no ano passado nesta altura foi de 0,83 euros/litro, quase metade do preço actual. E que nas últimas semanas a espiral ascendente é imparável, já que no mês de Fevereiro o preço médio foi de 0,84 euros/litro; em Março, a 1,18, e em Abril, a 1,43 euros/litro”, acrescenta o mesmo comunicado.

Aquelas organizações agrícolas consideram que o aumento do preço do gasóleo B “está a colocar no limite a continuidade da agricultura e pecuária familiar e profissional em Castilla y León, já que encher o tanque de um tractor está a tornar-se um acto quase inacessível nas actuais circunstâncias, com custos económicos muito elevados a todos os níveis”.

O acto de protesto do dia 23 em Valladolid “é o início de uma série de acções que realizaremos e manteremos até que sejam dadas soluções definitivas que respondam aos danos que a situação está a causar aos agricultores e produtores pecuários, que não têm capacidade para repassar o aumento desses custos aos produtos comercializados”, frisa o mesmo comunicado.

As três organizações exigem que o governo espanhol “actue com urgência” e “coloque no seu lugar” as petrolíferas que “se aproveitam vergonhosamente da invasão da Ucrânia para aumentarem as suas margens em detrimento dos profissionais do sector primário e dos consumidores em geral, para comerem literalmente os 20 cêntimos de euro por litro de ajuda estatal”.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Cotações – Cereais – Informação Semanal – 13 a 19 Junho 2022

Partilhar              Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas Cereais Outono-Inverno Esta semana foi dada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.