Início / Agricultura / Escola Superior Agrária de Coimbra acolhe a Escola de Pastores 2021. Formação arranca a 14 de Junho

Escola Superior Agrária de Coimbra acolhe a Escola de Pastores 2021. Formação arranca a 14 de Junho

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Escola Superior Agrária do Politécnico de Coimbra (ESAC – IPC) acolhe a Escola de Pastores 2021, uma acção formativa integrada no “Programa de Valorização da Fileira do Queijo da Região Centro”. A formação tem a duração de quatro meses, com início a 14 de Junho.

Embora esta vá já para a 2.ª edição, será a primeira vez que a ESAC ministra a formação, com foco na Região DOP Rabaçal. O número máximo de vagas na Agrária de Coimbra é de 12, aplicando-se também às formações que decorrerão simultaneamente nas Escolas Superiores Agrárias de Castelo Branco e de Viseu.

A Escola de Pastores visa garantir um programa de formação que permita, não só o reforço desta profissão, bem como a promoção da inovação e conhecimento dentro da fileira dos queijos DOP da Região Centro e a valorização e aumento da competitividade dentro da mesma, por tratar-se de um dos principais produtos endógenos do território e com maior potencial de crescimento.

O objectivo é que, no final do seu curso, o formando adquira a capacidade de produzir da maneira mais optimizada possível, segundo critérios de bem-estar animal, prevenção de riscos ocupacionais, protecção ambiental e segurança alimentar, dizem os responsáveis pela Escola Superior Agrária de Coimbra.

Formação de quatro meses

A formação tem a duração de quatro meses, com início a 14 de Junho, num total de 560 horas de formação (150 horas de componente teórica + 410 horas de componente prática), prevendo-se o seu término em Novembro de 2021. Os formandos terão de frequentar obrigatoriamente, pelo menos, 75% das horas de formação.

Podem candidatar-se ao ingresso na Escola de Pastores todos aqueles que:

  • tenham idade compreendida entre os 18 e os 55 anos (empregados ou desempregados);
  • sejam detentores de escolaridade mínima obrigatória;
  • não tenha frequentado com sucesso a primeira edição da Escola de Pastores.

Uma das condições preferenciais para ingresso na Escolas dos Pastores – Agrária de Coimbra é ter habitação primária na área geográfica da Região DOP do Queijo Rabaçal:

  • parte dos concelhos de Condeixa-a-Nova (Freguesias de Condeixa-a-Velha, Ega, Furadouro, Vila Seca e Zambujal)
  • Penela (Freguesias de Cumieira, Espinhal, Santa Eufémia e S. Miguel de Penela, Podentes e Rabaçal)
  • Ansião (Alvorge, Ansião, Avelar, Chão de Couce, Lagarteira, Pousaflores, Santiago da Guarda e Torre de Vale Todos)
  • Pombal (Abiul, Pelariga, Pombal, Redinha e Vila Chã)
  • Soure (Freguesias de Degracias, Pombalinho e Tapeus)
  • Alvaiázere [Freguesias de Almoster, Alvaiázere, Maçãs de Caminho, Maçãs de Dona Maria, Pelmá, Pussos (lugar de Loureira), Rego da Murta (lugar de Relvas e Ramalhal)].

Para além disso, será valorizado o facto de ser empreendedor com projecto empresarial de pastorícia, que se pretenda instalar na região DOP Rabaçal ou que pretenda trabalhar no sector por conta de outrem.

Inscrições

Para mais informações, os interessados poderão consultar o site da ESAC, aqui, ou contactar para o número 239 820 940.

As inscrições deverão ser formalizadas até ao próximo dia 24 de Maio, através do formulário disponível aqui, sendo ainda que, em casos excepcionais, as candidaturas poderão ser formalizadas via telefone, para o número 272 349 100.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

PAN quer obrigar Governo a entregar à AR Plano Estratégico de Portugal no âmbito da PAC 2023-2027 até 31 de Outubro

Partilhar              O PAN – Pessoas – Animais – Natureza quer obrigar o Governo a entregar à …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.