Início / Agenda / Escola Agrícola da Madeira tem formação em podas e enxertias em macieiras e pereiros para sidra

Escola Agrícola da Madeira tem formação em podas e enxertias em macieiras e pereiros para sidra

A Escola Agrícola da Madeira tem inscrições abertas para o curso de “Podas e enxertias em macieiras e pereiros para sidra”, com uma duração de 9 horas, a realizar-se nos dias 30 e 31 de Janeiro.

Este curso destina-se a todos os interessados que exerçam ou pretendam vir a exercer a prática de podas e enxertias em macieiras e pereiros para sidra no decurso da actividade produtiva.

O objectivo geral da formação passa por dotar os formandos de competências práticas e conhecimentos na área das podas e enxertias de macieiras e pereiros para sidra, de modo a serem capazes de relacionar podas e enxertias com a qualidade e quantidade de produção.

Os formandos deverão ter como idade mínima os 18 anos e pelo menos o 4º ano (antiga 4.ª classe).

A pré-inscrição pode ser feita aqui.

Sidra

A sidra é uma das bebidas mais tradicionais da Região Autónoma da Madeira, já que praticamente desde o início do povoamento da ilha e até aos dias de hoje tem ininterruptamente sido produzida, principalmente nas zonas mais propícias à proliferação dos pomares de macieiras e pereiros, designadamente: no Santo da Serra, na Camacha, nas zonas altas de Machico, em São Roque do Faial, no Jardim da Serra e, mais recentemente, nos Prazeres – Calheta.

À semelhança de outros produtos tradicionais regionais, esta bebida tem presença assídua em muitas casas do espaço rural madeirenses, onde é produzida artesanalmente pelo próprio agricultor, com recurso aos meios que dispõe e apoiando-se no conhecimento acumulado durante gerações, quer na condução dos seus pomares, maioritariamente de variedades tradicionais regionais, quer na tecnologia de transformação dos frutos em sidra.

A produção regional de sidra teve sempre por destino principal o autoconsumo das populações rurais, nas reuniões familiares e, em particular, nas festas de fim de ano, contudo, nos últimos anos, tem-se verificado um aumento das vendas de proximidade desta bebida efectuadas pelos próprios produtores agrícolas aos consumidores, directamente em mercados ou feiras locais e também nos estabelecimentos de bebidas localizados nas zonas tradicionais de produção e de consumo de sidra, por ser considerado um produto que integra o património cultural e gastronómico desta Região Autónoma.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Cotações – Suínos – Informação Semanal – 23 a 29 Janeiro 2023

Partilhar              Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas Na semana em análise as cotações …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.