Início / Mar / Ambiente / Emprego: SPEA procura assistente técnico de conservação marinha para a Madeira. 1.100€ mensais

Emprego: SPEA procura assistente técnico de conservação marinha para a Madeira. 1.100€ mensais

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A SPEA — Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves tem uma vaga aberta para assistente técnico de conservação marinha para a Região Autónoma da Madeira.

O cargo prevê um salário bruto na ordem de 900 a 1.100 euros (dependendo da experiência), em regime de contrato de trabalho a termo certo por 9 meses, e com possibilidade de renovação dependente da existência de projectos (veja as condições aqui).

As tarefas principais do futuro contratado passam pela monitorização de aves marinhas (procellariiformes) na Região Autónoma da Madeira, abundância, sucesso reprodutor e taxa de sobrevivência através da monitorização de ninhos, anilhagem e metodologia acústica passiva; assim como pela formação prática de técnicos e operacionais dos parceiros do projecto na monitorização e identificação de aves marinhas.

Por outro lado, o candidato terá a seu cargo a monitorização da poluição luminosa e seus impactes nas aves marinhas; a análise de dados recolhidos no campo para reporting às entidades competentes e escrita de relatórios das acções do projecto; o apoio a acções de comunicação do departamento e alusivas ao projecto; o desenvolvimento de acções ao abrigo do programa de educação ambiental; apoio no desenvolvimento de candidaturas para projectos complementares; e desenvolver quaisquer outras actividades pontuais que lhe sejam atribuídas por decisão do coordenador ou da direcção nacional.

Requisitos:

  • Licenciatura na área da Biologia ou áreas afins
  • Boa preparação física e experiência em trabalho de campo em zonas de difícil acesso (falésias, entradas em ilhéus sem atracagem e com condições meteorológicas adversas) e trabalho nocturno;
  • Bom conhecimento da avifauna do arquipélago, suas ameaças e conservação;
  • Preferencial: experiência em manuseamento, nas técnicas de monitorização, anilhagem e metodologia acústica passiva de aves marinhas;
  • Residência ou disponibilidade para viver na Madeira;
  • Conhecimentos de informática na óptica do utilizador;
  • Domínio falado e escrito das línguas portuguesa e inglesa;
  • Organizado e responsável no cumprimento das tarefas atribuídas;
  • Carácter dinâmico, empreendedor, capaz de encontrar soluções para os problemas correntes de um projecto;
  • Capacidade de comunicação, trabalho em equipa e de relacionamento com voluntários e estagiários;
  • Capacidade de elaboração de relatórios técnicos e de materiais divulgativos;
  • Carta de condução.
  • Incorporação a Fevereiro de 2021.

Candidaturas

Todas as candidaturas devem conter curriculum vitae resumido (máximo de 3 páginas) e carta de motivação com mínimo de 2 referências, dirigido exclusivamente por correio electrónico para madeira@spea.pt com a referência “AssistenteTecnicoMadeira2021” em assunto, até ao dia 15 de Janeiro de 2021 inclusive. Não serão aceites candidaturas que não cumpram estes requisitos ou que sejam submetidas após esta data.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

UE aprova regime português de 150 M€ para apoiar empresas dos Açores afectadas pela pandemia

Partilhar            A Comissão Europeia aprovou, ao abrigo das regras da União Europeia em matéria de auxílios …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.