Início / Agricultura / Emprego: Smart Farm CoLab está a contratar dois investigadores doutorados

Emprego: Smart Farm CoLab está a contratar dois investigadores doutorados

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Smart Farm CoLab está a contratar. Se precisa de emprego, saiba que a Associação SFCOLAB — Laboratório Colaborativo para a Inovação Digital na Agricultura tem em aberto o concurso para contratação de dois investigadores doutorados. Um na área da robótica (SFCOLAB/9) e outro em engenharia alimentar (SFCOLAB/18).

O concurso encontra-se aberto até 14 de Janeiro 2021. O contrato de trabalho a tempo inteiro deverá ter início em Janeiro de 2021, com um período experimental inicial de 30 dias. O trabalho será desenvolvido nas instalações do SFCOLAB em Torres Vedras, ou noutros locais necessários à execução das actividades.

As candidaturas deverão ser enviadas, em formato PDF, para o seguinte e-mail: catia.pinto@sfcolab.org, indicando a referência do concurso (obrigatório).

Robótica

Na área da robótica, o candidato doutorado, através de um contrato de trabalho a termo certo, no âmbito do concurso de “Contratação de Recursos Humanos Altamente Qualificados” aprovada pelo Centro 2020, pode ser nacional, estrangeiro e apátrida que possuam os seguintes requisitos:

− Doutoramento em Engenharia Electrotécnica, Informática ou áreas afins;
− Área de Investigação em Robótica e Automação Inteligente;
− Experiência no projecto e desenvolvimento de sistemas robóticos autónomos;
− Valoriza-se a formação e experiência em mecatrónica;
− Domínio escrito e oral da língua portuguesa e/ou da língua inglesa (nível C1 do Quadro Europeu Comum de Referência ou experiência equivalente).

Engenharia alimentar

Na área de engenharia alimentar, os candidatos podem ser nacionais, estrangeiros e apátridas que possuam os seguintes requisitos:

− Doutoramento em Engenharia Alimentar;
− Área de Investigação aplicada nas áreas da qualidade alimentar, controlo de qualidade e conservação de produtos hortofrutícolas frescos/processados, fisiologia da maturação e pós-colheita, tecnologias de processamento de hortofrutícolas e tecnologia pós-colheita; aplicação dos isótopos estáveis em estudos de rastreabilidade;
− Competências numa (ou mais) das seguintes áreas de especialização: Tecnologia e Processamento Alimentar; Química e Bioquímica Alimentar; Análise sensorial; Reologia; Microbiologia Alimentar; Tecnologia pós-colheita; Estratégias para redução/valorização de co-produtos da indústria alimentar;
− Conhecimentos da realidade agrícola em Portugal e na Europa;
− Capacidades de liderança, organizativa e analítica para implementar e gerir projectos e capacidade motivacional para abraçar novos desafios;
− Capacidade de relacionamento com outras instituições privadas e científicas de carácter público, nacionais e internacionais;
− Conhecimentos de Office na óptica do utilizador, de estatística e em aplicações informáticas;
− Domínio escrito e oral da língua portuguesa e/ou da língua inglesa (nível C1 do Quadro Europeu Comum de Referência ou experiência equivalente).

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Empresa polaca procura fabricantes de fertilizantes minerais

Partilhar            Uma empresa polaca, especializada no fabrico e venda de fertilizantes, está à procura de fabricantes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.