Início / Featured / “Em Casa a Ver o Mar” também é zen. Já viu os vídeos relaxantes do Oceanário de Lisboa?

“Em Casa a Ver o Mar” também é zen. Já viu os vídeos relaxantes do Oceanário de Lisboa?

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Oceanário de Lisboa, durante este período de isolamento social, faz sugestões diárias para que todos os portugueses fiquem “Em Casa a Ver o Mar”. Uma delas são vídeos relaxantes: todas as segundas-feiras, nas redes sociais do Oceanário, há um vídeo novo para relaxar e sentir-se mais perto dos habitantes do aquário, em qualquer lugar.

A ideia é mostrar o fundo do mar e promover um momento de paragem, durante cerca de 20 minutos, e observar o movimento fluído dos animais debaixo de água, uma obra artística natural. Os vídeos são para descansar, sentir, ouvir, meditar ou até adormecer, sem pensar em mais nada.

Terceiro vídeo da série

Hoje é lançado o terceiro vídeo desta série, sobre corais, depois de se mergulhar no aquário central (45 minutos) e no aquário das medusas (27 minutos). Para a semana será a vez dos dragões-marinhos-folhosos.

O Oceanário propõe várias actividades, sobretudo para os mais novos: vídeos, perguntas, quizz, “A Hora do Recreio”, informações sobre projectos de conservação, dicas de séries sobre o habitat marinho ou “A espécie da semana”, são algumas das propostas do actual projecto digital do aquário.

Para assistir aos vídeos, basta aceder às redes sociais do Oceanário de Lisboa:

Facebook

Instagram

Youtube

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Caudal do Rio Estorãos está a desaparecer. Câmara de Ponte de Lima vai solicitar intervenção da Agência Portuguesa do Ambiente

Partilhar            O caudal do Rio Estorãos , em Ponte de Lima, quase desapareceu nas últimas semanas. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.