Início / Agenda / Ecotrophelia Portugal premeia campeões da eco-inovação alimentar. Inscrições abertas

Ecotrophelia Portugal premeia campeões da eco-inovação alimentar. Inscrições abertas

O Prémio Ecotrophelia Portugal está de volta para premiar a eco-inovação alimentar. O roadshow junto de estudantes do ensino superior de todo o País começa hoje, 15 de Fevereiro. As candidaturas podem ser feitas até 13 de Abril.

Estão abertas as candidaturas para a 2ª Edição do Prémio Ecotrophelia Portugal, uma competição co-organizada pela PortugalFoods e a FIPA – Federação das Indústrias Portuguesas Agro-Alimentares, que promove a inovação do meio académico no sector agro-alimentar.

Os estudantes do ensino superior têm até dia 13 de Abril para submeter os seus projectos, habilitando-se a prémios monetários e a representar Portugal no Ecotrophelia Europa.

Consulte toda a informação necessária para poder participar no Ecotrophelia Portugal 2018 aqui. s três melhores classificados recebem prémios no valor de 2.000€, 1.000€ e 500€, respectivamente.

Roadshow no ensino superior

Nas próximas semanas, a organização promove um roadshow por diversas instituições de ensino superior em todo o País, para sensibilizar estudantes e docentes dando a conhecer toda a informação sobre a competição e como participar.

O périplo começa hoje, dia 15, na Universidade do Algarve (16 horas), seguindo-se o Instituto Politécnico de Viana do Castelo, a Universidade de Coimbra, a Universidade de Évora e o Instituto Superior de Agronomia.

O Prémio Ecotrophelia destina-se a grupos de alunos de licenciatura, pós-graduação e/ou mestrado, de dois a dez elementos com idade inferior a 35 anos. Os estudantes devem desenvolver um produto alimentar eco-inovador, tendo em conta critérios como as propriedades nutricionais e organoléticas (como sabor, cor e aroma), o seu potencial e relevância comercial bem como a viabilidade industrial.

Produtos eco-inovadores

Segundo o presidente da PortugalFoods, Amândio Santos, “este prémio tem como principal vantagem juntar estudantes, professores e profissionais do sector em torno de um objectivo muito próprio, que são os produtos eco-inovadores”.

Isto contribuindo para a criação de “profissionais do futuro muito bem preparados para as questões que hoje são fundamentais no agro-alimentar relacionadas com a sustentabilidade”, afirma, realçando que o prémio valoriza a criatividade, mas também a viabilidade comercial.

Na mesma linha, o director-geral da FIPA, Pedro Queiroz, sublinha o “estímulo à inovação nas universidades” que vão formar os futuros profissionais: “entendemos que estamos a criar uma incubadora de futuros profissionais e de preferência ainda mais criativos e inovadores que os actuais”.

Prémio com duas fases

O Prémio Ecotrophelia Portugal realiza-se em duas fases. A primeira fase compreende uma ronda nacional em que os estudantes submetem a candidatura do seu projecto. O Comité de Pré-Selecção elege 10 finalistas, sendo estes posteriormente alvo de avaliação por um painel de personalidades do sector, numa competição marcada para 24 e 25 de Maio.

Os três melhores classificados recebem prémios no valor de 2.000€, 1.000€ e 500€, respectivamente.

A segunda fase contará com a participação do vencedor português no Ecotrophelia Europa em representação de Portugal, que terá lugar em Outubro na SIAL Paris.

Vencedor Salamar

A competição nacional do Prémio Ecotrophelia Portugal realizou-se pela primeira vez em 2017, com 16 projectos candidatos, dos quais 11 projectos finalistas, e envolveu mais de uma centena de estudantes e mais de 50 professores e investigadores de 14 instituições de ensino superior.

O projecto vencedor – Salamar, Salame do mar, uma alternativa saudável à charcutaria portuguesa, constituído por peixe capturado nas águas frias do Atlântico e por legumes frescos – do grupo As Vianenses, representou Portugal na competição europeia em Londres, e competiu com mais 15 países.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Empresa belga procura fabricante especializado em mobiliário feito com madeira maciça

Partilhar              Uma empresa belga de design de interiores procura um fabricante especializado em mobiliário feito com …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.