Início / Agenda / Duarte Cordeiro visita obras em curso na Barragem de Odeleite que rega 8.600 ha de solos agrícolas

Duarte Cordeiro visita obras em curso na Barragem de Odeleite que rega 8.600 ha de solos agrícolas

O ministro do Ambiente e da Acção Climática, Duarte Cordeiro, visita amanhã 13 de Janeiro, a partir das 11 horas, as obras em curso na Barragem de Odeleite, no concelho de Castro Marim, no âmbito do Plano de Eficiência Hídrica do Algarve.

Para responder ao problema estrutural da seca no Alentejo e no Algarve, com tendência de agravamento devido ao efeito expectável das alterações climáticas, foi determinada a elaboração de Planos Regionais de Eficiência Hídrica para o Algarve e para o Alentejo.

“A seca hidrológica na região do Algarve assume hoje um carácter estrutural com tendência de agravamento devido ao efeito expectável das alterações climáticas. A mudança de paradigma na utilização do recurso água impõe-se face à evidência da insuficiente eficácia das medidas até agora adoptadas, sendo, por isso, necessário repensar e encontrar novos caminhos em estreita articulação entre a administração, os utilizadores e a comunidade científica”, pode ler-se no Despacho n.º 443/2020, de 14 de Janeiro, que determina a elaboração das bases do Plano Regional de Eficiência Hídrica do Algarve.

E acrescenta o Despacho que “a resposta ao problema estrutural da seca tem necessariamente de incorporar, em primeira linha, o reconhecimento pela sociedade da escassez do recurso e a consequente alteração de comportamentos para um uso mais parcimonioso, e um crescente compromisso na eficiência hídrica por parte dos vários sectores económicos e do uso urbano”.

“Importa, neste enquadramento, promover a elaboração do Plano Regional de Eficiência Hídrica do Algarve, cuja 1ª fase se inicia com o estabelecimento das suas bases, envolvendo os principais stakeholders, através da identificação dos factores críticos e de soluções, numa análise de matriz geográfica, atenta à diferenciação de problemas no barlavento e no sotavento algarvio, administrativa e multissectorial dos utilizadores com maior expressão”, acrescenta.

Barragem de Odeleite

No concelho de Castro Marim existem duas grandes barragens, ambas localizadas na bacia hidrográfica do Rio Guadiana, a Barragem de Odeleite e a Barragem de Beliche.

As barragens de Odeleite e de Beliche fornecem a água do aproveitamento hidráulico Odeleite-Beliche, destinado ao abastecimento às populações e ao regadio dos concelhos do Sotavento Algarvio, podendo também em caso de necessidades hídricas, providenciar o abastecimento para consumo humano ao Barlavento Algarvio, através de estação elevatória reversível, explica fonte institucional da autarquia de Castro Marim.

E adianta que este aproveitamento hidráulico serve uma população estimada em 800.000 habitantes, dos quais 250.000 correspondem à população residente e 550.000 à população flutuante, e a rega de 8.600 ha de solos agrícolas.

O túnel Odeleite-Beliche, com um comprimento total de aproximadamente 2.950 m, garante a interligação e exploração conjunta das duas albufeiras cujo ponto de captação da água para tratamento e posterior consumo humano se situa na barragem de Beliche.

A Barragem de Odeleite, construída em 1996 na ribeira de Odeleite, apresenta um comprimento de coroa de 350 metros, uma altura de 65 m e uma capacidade útil de 117.000 m3 de água, tendo dado origem a uma albufeira de águas públicas que constitui um dos mais importantes reservatório de água destinada à produção de água para consumo humano no Algarve.

A albufeira de Odeleite dispõe de uma quantidade total de armazenamento de 130 hectómetros cúbicos e cerca de 680, 22 ha de superfície inundável, ao nível de pleno armazenamento (NPA de 52,0 m).

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Carmona Rodrigues lidera Grupo de Trabalho para estratégia de gestão, armazenamento e distribuição eficiente da água

Partilhar              O Governo decidiu criar um Grupo de Trabalho para delinear a estratégia multissectorial, “Água que Une”, …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.