Início / Agricultura / Duarte Cordeiro: Governo prosseguirá investimento nos sapadores florestais

Duarte Cordeiro: Governo prosseguirá investimento nos sapadores florestais

O ministro do Ambiente e da Acção Climática, Duarte Cordeiro, destacou “a determinação do Governo em prosseguir o investimento realizado desde 2015, na ordem dos 100 milhões de euros, incluindo os 8,2 milhões já pagos em 2022” nas equipas de sapadores florestais.

Duarte Cordeio, que intervinha no encontro distrital de sapadores florestais do Alto Minho, em Viana do Castelo, acrescentou que “é inequívoca a nossa aposta na dignificação da função do sapador florestal, o seu destaque crescente e o consenso quanto à importância da sua acção no sistema de gestão integrada de fogos rurais”.

“O Governo tenciona, em 2022, lançar concurso para a constituição de mais equipas de sapadores”, disse, sublinhado que o investimento nestas brigadas “passou, em 2015, de 7,5 milhões de euros, para quase 17 milhões de euros em 2021, representando um crescimento de 55%”.

Carreira de sapador florestal

Quanto à criação da carreira de sapador florestal, “quer ao nível do enquadramento profissional, quer dos meios para o seu trabalho”, “é um trabalho que está a ser feito”. “Não tenho nenhum calendário definido, mas tenho bem presente que é um dos assuntos que nos interessa. Queremos equipas motivadas, com condições para desempenhar o melhor trabalho possível”, afirmou Duarte Cordeiro.

As equipas de sapadores florestais, criadas em 1999, são “um dos projectos mais bem-sucedidos da área governativa das florestas”, havendo actualmente 411 equipas operacionais com intervenção em 158 municípios.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Bolieiro reafirma a Gouveia e Melo poderes autonómicos dos Açores na gestão do mar

Partilhar              O presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, reuniu-se hoje, 12 de Julho, …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.