Início / Agricultura / Do Prado ao Prato: Consulta pública sobre novas técnicas genómicas

Do Prado ao Prato: Consulta pública sobre novas técnicas genómicas

A Comissão Europeia convida a sociedade civil, as autoridades públicas, os operadores de empresas e todos os interessados a apresentarem os seus pontos de vista sobre novas técnicas genómicas para plantas, através de uma consulta pública lançada a 29 de Abril, que está aberta até 22 de Julho de 2022.

Refere uma nota de imprensa da Comissão que as técnicas genómicas para plantas “são capazes de alterar o material genético de organismos que podem ser utilizados para fins alimentícios, industriais ou farmacêuticos. Estas novas técnicas, que permitem processos de melhoramento mais rápidos, específicos e eficientes, foram desenvolvidas ao longo das duas últimas décadas. Espera-se que continuem expandindo-se”.

A pedido do Conselho, a Comissão publicou um estudo ano passado, destacando que as técnicas genómicas para plantas “têm potencial para contribuir para sistemas agroalimentares sustentáveis, em linha com os objectivos do Pacto Ecológico Europeu e da Estratégia do Prado ao Prato”.

Ao longo dos últimos meses, a Comissão tem vindo a desenvolver uma acção política sobre as plantas obtidas com recurso a técnicas genómicas. “Espera-se que o lançamento de hoje de uma consulta pública contribua para este trabalho e para o desenvolvimento de um novo quadro regulamentar”, diz a mesma nota.

Stella Kyriakides, Comissária Europeia para a Saúde e Segurança Alimentar, diz que “a sustentabilidade alimentar será uma força motriz para alcançar os objectivos do Pacto Ecológico Europeu e, em particular, as estratégias do Prado ao Prato e Biodiversidade. A inovação está no centro do nosso trabalho e acreditamos que a biotecnologia moderna, e principalmente as Novas Técnicas Genómicas, podem ajudar a tornar os sistemas agroalimentares mais sustentáveis ​​no futuro”.

No entanto, acrescenta Stella Kyriakides, “a protecção dos elevados padrões de segurança alimentar da UE e a saúde dos consumidores devem estar sempre em primeiro lugar. Tendo em mente a potencial nova legislação, teremos de avaliar uma série de questões complexas. Por isso peço a todos os interessados ​​que partilhem as suas opiniões, para que possamos ter o maior leque possível de contributos para esta importante iniciativa”.

Com base nos resultados desta consulta, que está aberta até 22 de Julho, e em análises adicionais nos próximos meses, inclusive sob a forma de avaliação de impacto, a Comissão “continuará a trabalhar numa proposta legislativa que será submetida ao Parlamento Europeu e o Conselho até meados de 2023”.

Pode contribuir com a sua opinião nesta consulta pública aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

DGAV actualiza zona afectada pela Língua Azul. Saiba quais os concelhos com vacinação obrigatória

Partilhar              A DGAV — Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária procedeu ao alargamento da zona afectada pelo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.