Início / Agenda / Diversidade gastronómica em destaque na 56ª AGRO Braga de 21 a 24 de Março

Diversidade gastronómica em destaque na 56ª AGRO Braga de 21 a 24 de Março

Os visitantes da 56ª edição da AGRO – Feira da Agricultura, Pecuária e Alimentação, de 21 a 24 de Março, no Altice Forum Braga, terão a oportunidade de desfrutar de uma variedade de tasquinhas e restaurantes que oferecem o melhor da gastronomia regional. Entre as opções disponíveis, os restaurantes destacam-se por oferecer seis tipos de carne de Denominação de Origem Protegida (DOP): Arouquesa, Barrosã, Marinhoa, Maronesa, Minhota e Mirandesa.

A partir de Arouca, uma terra fértil em pastagens, provém a Carne Arouquesa da raça homónima, conhecida pela sua qualidade e sabor apreciado. Actualmente, esta raça é predominantemente criada para a produção de leite, abrangendo uma área de cerca de 1.250 km na Região Centro, incluindo vários concelhos, refere uma nota de imprensa da organização do certame, a cargo da InvestBraga – Agência para a Dinamização Económica e do Município de Braga.

Por outro lado, adianta que a raça Barrosã, reconhecida pela sua robustez, é de dupla aptidão, tanto para o trabalho como para a carne, sendo esta última a mais destacada. Originária das áreas geográficas do Minho e Barroso, adapta-se especialmente às regiões montanhosas, desempenhando um papel crucial na agricultura local.

Na bacia hidrográfica do Rio Vouga, conhecida como “Marinha”, encontra-se a carne Marinhoa DOP, cujas características organoléticas distintivas, como a suculência e o sabor, são resultado de uma alimentação rica e variada das Marinhoas, criadas de acordo com o ciclo biológico natural.

A Maronesa, raça autóctone das serras do Alvão e Marão, é reconhecida pela sua rusticidade e adaptação ao meio ambiente montanhoso. Esta raça, que reflete a tradição e o conhecimento transmitidos ao longo de gerações, atende aos mais exigentes padrões de qualidade e segurança alimentar.

A raça Minhota destaca-se por ser a única em Portugal com tripla aptidão: carne, leite e trabalho. Caracterizadas pela sua robustez, estas vacas são ideais para produções diferenciadas e adaptam-se especialmente a sistemas de produção extensivos e biológicos.

A origem remota da raça Mirandesa permanece desconhecida, embora o seu nome faça referência à região de Miranda do Douro, onde se originou. Reconhecida pela sua resistência e versatilidade, esta raça é valorizada tanto pelo seu trabalho como pela qualidade e quantidade da carne produzida, sendo amplamente distribuída por todo o território nacional desde meados do século XX.

Para Carlos Silva, administrador executivo da InvestBraga, “é uma oportunidade única para os visitantes desfrutarem da riqueza da gastronomia regional, destacando-se as carnes de Denominação de Origem Protegida. Estamos empenhados em proporcionar uma experiência memorável que celebre a tradição e a qualidade dos produtos locais”.

Carnes certificadas

É relevante salientar que, para além da excelência das carnes certificadas, a 56ª edição da AGRO, investirá em demonstrações culinárias, como os showcookings , degustações enogastronómicas e workshops, proporcionando um lançamento para os produtos regionais e autóctones dos expositores. A feira também oferecerá um espaço gastronómico diversificado, no interior do pavilhão do Altice Forum Braga, onde os visitantes poderão explorar uma ampla selecção de produtos, incluindo azeites, chocolates, compotas, sobremesas, conservas, queijos, iguarias regionais, enchidos tradicionais, vinhos e licores.

Desde o Norte até ao Centro do País, uma ampla variedade gastronómica estará em destaque no piso 1 do pavilhão, proporcionando uma experiência para degustar e adquirir produtos como os queijos da Serra da Estrela ou do Gerês, a alheira de Mirandela, enchidos regionais de Viseu, além de uma selecção de doces e frutos secos. Para complementar esta oferta, haverá também um espaço dedicado a bebidas, que incluirá desde a tradicional poncha da Madeira até ao prestigiado vinho alvarinho.

“A diversidade gastronómica presente no interior do pavilhão do Altice Forum Braga reflete o rico património culinário do nosso país, desde os queijos da Serra da Estrela ao vinho Alvarinho”, refere Carlos Silva. “Estamos empenhados em oferecer aos visitantes uma experiência sensorial única, celebrando os sabores e tradições que tornam a nossa gastronomia tão especial”, finaliza.

Os bilhetes para os quatro dias de feira já estão à venda nas bilheteiras do Altice Forum Braga e em Meo BlueTicket (aqui). A entrada é gratuita até aos 12 anos e, a partir dos 13 anos, custa 3,50 euros por dia.

Toda a informação sobre a AGRO pode ser consultada aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

CCIP promove conferência “Sustentabilidade e Competitividade” em parceria com Novo Banco

Partilhar              A Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa (CCIP), em parceria com o Novo Banco e …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.