Início / Featured / Direcções Regionais das Pescas dos Açores e da Madeira preparam safra de atum

Direcções Regionais das Pescas dos Açores e da Madeira preparam safra de atum

O director Regional das Pescas dos Açores afirmou que a próxima safra de atum das embarcações açorianas que operam na Madeira “está a ser preparada com todo o cuidado” para que todas as questões logísticas sejam “devidamente asseguradas”.

Luís Rodrigues, que falava quarta-feira, 7 de Março, no Machico, à margem de uma reunião com o director Regional das Pescas do Governo da Madeira e com representantes da Associação de Produtores de Atum e Similares dos Açores (APASA), destacou a importância desta pescaria para o rendimento dos pescadores açorianos.

8,5 milhões de euros em 2017

O director Regional dos Açores lembrou que a safra de atum das embarcações açorianas que operam em águas madeirenses rendeu 8,5 milhões de euros em 2017, acrescentando que para este ano está prevista a deslocação de cerca de duas dezenas de atuneiros à Madeira.

Um dos principais objectivos deste encontro foi garantir que as questões relacionadas com o abastecimento de combustível, a capacidade de conservação e de armazenamento, bem como a venda e o escoamento do atum, “são devidamente asseguradas”, frisou Luís Rodrigues.

O director Regional destacou “o bom relacionamento e a cooperação” entre as duas regiões autónomas em matéria das pescas, lembrando que o Governo da Madeira autorizou no ano passado que mais barcos açorianos pudessem pescar atum em águas madeirenses.

O protocolo

No âmbito do protocolo entre os governos dos Açores e da Madeira, atuneiros açorianos podem pescar em águas madeirenses, sendo que as embarcações da Madeira que se dedicam à pesca de atum e de peixe espada preto também podem pescar em águas açorianas.

Na reunião realizada quarta-feira na Madeira, Luís Rodrigues apontou a necessidade de apostar na formação dos pescadores no que respeita a práticas de manuseamento a bordo como “uma forma de valorizar ainda mais o atum e atingir segmentos mais altos do mercado”.

Aquacultura

A aquacultura foi outro tema debatido neste encontro, tendo o director Regional defendido que, “agora que esta indústria está a arrancar nos Açores, é importante aproveitar a experiência da Madeira” nesta matéria.

Luís Rodrigues referiu ainda que as direções regionais das Pescas dos Açores e da Madeira pretendem acompanhar e implementar um conjunto de iniciativas orientadas para a diversificação da actividade da pesca, recorrendo ao projecto ORFISH.

Este projecto, que envolve as Regiões Ultra-periféricas da União Europeia, resulta de decisão estratégica para a sustentabilidade no âmbito da nova Política Comum de Pescas.

A reunião contou com a presença de duas dezenas de armadores açorianos.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 more

Verifique também

Produtores de leite da Póvoa de Varzim em risco de falência pedem para serem pagos ao preço mínimo de 38 cêntimos/litro

Partilhar             more  Caso não exista um aumento do preço do leite a breve prazo, toda a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.