Início / Agricultura / Dia Mundial do Combate à Seca e à Desertificação celebra-se em Espanha

Dia Mundial do Combate à Seca e à Desertificação celebra-se em Espanha

Espanha será o palco do Dia Mundial do Combate à Seca e à Desertificação, no dia 17 de Junho. O anúncio foi feito pela Convenção das Nações Unidas para o Combate à Desertificação (UNCCD). A celebração global do evento, que terá lugar em Madrid, centrar-se-á na urgência de adoptar políticas e medidas à escala local, regional e global para evitar os piores efeitos da desertificação. O tema escolhido este ano é “Superar a Seca Juntos”.

A vice-presidente do governo espanhol e ministra da Transição Ecológica e do Desafio Demográfico, Teresa Ribera, já agradeceu a escolha do local. “É uma honra sediar um evento que traz à tona a ameaça que a seca representa para milhões de pessoas e ecossistemas em todo o Mundo. Somente trabalhando juntos podemos superar os seus impactos devastadores. Devemos começar a nos preparar hoje para nos proteger das secas amanhã”, disse.

Por sua vez, o secretário executivo da UNCCD, Ibrahim Thiaw, afirmou que, embora as secas façam parte dos sistemas naturais, “os fenómenos que vivemos hoje são muito piores, em grande parte devido à actividade humana. A escassez de alimentos e água, bem como os incêndios florestais causados ​​pelas secas, intensificaram-se nos últimos anos”.

Entre 1900 e 2019, a seca afectou 2,7 mil milhões de pessoas em todo o planeta e causou 11,7 milhões de mortes. De acordo com as projecções actuais, até 2050, as secas podem afectar mais de três quartos da população mundial. refere uma nota de imprensa do Executivo açoriano

Por isso, entre as principais prioridades da 15ª sessão da Conferência das Partes da UNCCD (COP15), que acontecerá de 9 a 20 de Maio de 2022, em Abidjan (Costa do Marfim), estará o debate sobre a adopção da adaptação global medidas para a seca e a construção de resiliência.

A celebração anual do Dia Mundial do Combate à Seca e à Desertificação foi declarado oficialmente pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 1997 e entre seus objectivos, destacam-se as acções de conscientização pública sobre este problema.

Além disso, procura demonstrar que é possível combater eficazmente a desertificação e a seca, que existem soluções e que as ferramentas fundamentais para o conseguir residem no reforço da participação e cooperação comunitária a todos os níveis.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Porto recebe Congresso da Federação Europeia de Ciência Animal

Partilhar              O 73º Congresso da Federação Europeia de Ciência Animal (EAAP) realiza-se de 5 a 9 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.