Início / Política / Ambiente / Dia Internacional da Vida Selvagem: LPN pede ajuda para salvar o Abutre-preto

Dia Internacional da Vida Selvagem: LPN pede ajuda para salvar o Abutre-preto

Hoje, dia 3 de Março, assinala-se o Dia Internacional da Vida Selvagem, instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) para celebrar e sensibilizar para a importância da fauna e flora selvagem do nosso planeta. Este ano, o tema do Dia Internacional da Vida Selvagem é “O futuro da vida selvagem está nas nossas mãos”.

Em Portugal e com este mote, a LPN – Liga para a Protecção da Natureza alerta para a importância das espécies ameaçadas do nosso País, convidando todos os cidadãos a envolverem-se na sua conservação e, em particular, a votarem no projeto “Black Vulture Recovery, Southern Portugal” [Recuperação do Abutre-preto no Sul de Portugal], a votação até 15 de Março no website da European Outdoor Conservation Association (EOCA), apoiando assim a preservação desta espécie criticamente em perigo de extinção.

Este é o único projecto português a participar nesta votação internacional, sendo que apenas o projecto mais votado será financiado, pelo que a LPN apela ao voto de todos em tinyurl.com/blackvulture ou através de www.lpn.pt.

A defender a natureza desde 1948

A LPN é uma Organização Não Governamental de Ambiente (ONGA), de âmbito nacional, fundada em 1948, sendo a associação de defesa do ambiente mais antiga da Península Ibérica.

A LPN assume como missão contribuir para a conservação do património natural, da diversidade das espécies e dos ecossistemas e a defesa do ambiente, numa perspectiva de desenvolvimento sustentável, que assegure qualidade de vida às gerações presentes e vindouras.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Recolha de leite de vaca cai 1,4% em Novembro de 2021

Partilhar               A recolha de leite de vaca em Novembro de 2021 foi de 144,5 mil …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.