Início / Agricultura / Desenvolvimento dos Açores passa pelo reforço do sector agro-alimentar

Desenvolvimento dos Açores passa pelo reforço do sector agro-alimentar

O vice-presidente do Governo dos Açores manifestou ontem, 1 de Março, em Lisboa, a convicção de que o desenvolvimento da economia açoriana “passará sempre pelo reforço do sector agro-alimentar e pela conquista de novos mercados”.

Sérgio Ávila falava aos jornalistas durante a visita que efectuou ao stand dos Açores no 21.º Salão Internacional do Sector Alimentar e Bebidas (SISAB Portugal), que decorre até quarta-feira.

“O contacto que mantive com as empresas açorianas aqui representadas perspectiva que 2016 será um ano de franco crescimento em termos de vendas”, afirmou Sérgio Ávila, salientando que, agora, a questão já começa a ser a de ter capacidade de produção para responder ao mercado.

“Isso é um bom problema”, frisou, sublinhando que, após a criação da Marca Açores, que está “bem visível” neste certame, “é tempo de este projecto dar os seus frutos para as empresas, em termos de aumento do volume de vendas e de valor acrescentado”.

Nesse sentido, considerou que “não há melhor sítio do que em contacto com compradores e importadores de todo o mundo para se poder crescer”.

“O que eu sinto, dos nossos empresários, é uma enorme confiança e um perspectiva de que 2016 será um ano de grande crescimento”, afirmou Sérgio Ávila.

Forte procura de produtos dos Açores

O vice-presidente do Governo disse ainda que, “face à grande procura” que os empresários dos Açores começam a sentir relativamente aos seus produtos, “a grande maioria pretende fazer novos investimentos para poder fazer crescer a sua produção e, assim, corresponder à crescente procura”.

“Isso é um excelente sinal, um sinal de confiança, a que acresce o reforço dos apoios que demos à exportação dos nossos produtos, designadamente o sistema de incentivos à internacionalização, com particular incidência para o apoio aos transportes, que será de 90 por cento, bem como o apoio ao transporte em frio”, acrescentou Sérgio Ávila.

A presença das empresas açorianas no SISAB 2016 foi organizada pela Sociedade para o Desenvolvimento Empresarial dos Açores (SDEA), em parceria com a Câmara do Comércio e Indústria dos Açores.

O SISAB Portugal é considerado a maior plataforma anual de empresas e empresários líderes na exportação, onde as empresas nacionais encontram os mais importantes importadores da indústria agro-alimentar dos cinco continentes.

O certame, que conta com a presença de cerca de 700 empresas nacionais e 4.000 marcas e produtos de 28 sectores de actividade, é visitado por cerca de 2.000 compradores internacionais, oriundos de 80 países.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Bolsa do Porco – Semana 32/2022 – 2,347€ (Subida de 0,020€)

Partilhar              Análise da FPAS — Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores Mercado europeu A Alemanha ia …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.