Início / Agricultura / Danos nas pinhas? GO + Pinhão explica como identificar o agente causador

Danos nas pinhas? GO + Pinhão explica como identificar o agente causador

São diversas as pragas e doenças afectam as pinhas e sementes de pinheiros, nomeadamente de pinheiro-manso e pinheiro-bravo. No entanto, são os danos em povoamentos de pinheiro-manso os mais importantes devido ao interesse económico da pinha desta espécie, dado que as chamadas “pinhas bichadas”, não têm valor económico para o produtor, explica a “Ficha técnica Danos nas pinhas – Como identificar o agente?”, publicada pelo Grupo Operacional +Pinhão — Gestão integrada de agentes bióticos associados à perda de produção do pinhão.

Os ataques destes agentes causam impacto directo na produção de pinha e pinhão, resultando num menor número de pinhas, redução do peso e volume, menor número de pinhões e maior número de pinhões com estragos. Embora os danos externos sejam semelhantes entre si, uma observação detalhada permite diferenciar os sintomas e sinais característicos das pragas ou doenças, permitindo assim identificar com segurança e rigor o agente responsável.

Ora, para ajudar o produtor, a “Ficha técnica Danos nas pinhas – Como identificar o agente?” identifica a praga da Lagarta da pinha (Dioryctria mendacella) e a do Gorgulho da pinha (Pissodes validirostris). Assim como a doença Diplodia sapinea e outros agentes, aves ou roedores.

Pode ler a Ficha técnica completa aqui.

GO +Pinhão

O Grupo Operacional +Pinhão — Gestão integrada de agentes bióticos associados à perda de produção do pinhão tem como objectivo desenvolver estratégias de gestão integrada de agentes bióticos que afectam a produção de pinha e de pinhão, com destaque para o sugador das pinhas, visando-se a implementação de tecnologias e processos inovadores de diagnóstico, monitorização e controlo.

Este Grupo Operacional tem como entidade beneficiária a UNAC – União da Floresta Mediterrânica e os seguintes parceiros:

  • Instituto Superior de Agronomia (Líder de projecto)
  • Anta de Cima – Sociedade Agrícola
  • Companhia das Lezírias
  • Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa
  • Florgénese – Produtos e Serviços para a Agricultura e Florestas
  • Herdade da Abegoaria – Sociedade Agrícola
  • ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas
  • INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária
  • Pedro Miguel Belo Ramos Courinha Martins
  • Pedro Sacadura Teixeira Cabral Duarte da Silveira
  • Sociedade Agrícola Monte da Sé
  • Viveiros da Herdade da Comporta – Produção de Plantas Ornamentais.

Saiba mais sobre o GO +Pinhão aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Componentes em cortiça by Amorim ajudam a reduzir pegada de carbono dos pavimentos

Partilhar              Os componentes de cortiça NRT62 com e sem barreira de vapor by Amorim, produtos da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.