Início / Agricultura / Cultura da colza é menos onerosa que milho ou hortícolas. Alqueva ainda tem 6.787 ha disponíveis

Cultura da colza é menos onerosa que milho ou hortícolas. Alqueva ainda tem 6.787 ha disponíveis

O interesse na produção de colza surgiu inicialmente, nos anos 2007-2008, com o objectivo de produzir semente para ser utilizada na produção de biodiesel. No entanto, estes projectos perderam interesse e por consequência também a cultura. Mas, nos últimos anos, “tem-se observado um aumento do interesse por esta cultura, no entanto, as áreas têm vindo a reduzir devido à escassez de espaço para culturas anuais”, refere a EDIA — Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva, no seu Anuário Agrícola de Alqueva de 2023.

E acrescenta que “as primeiras áreas de colza em Alqueva começaram a desenvolver-se na campanha 2014/2015, mas desde então, a disponibilidade de áreas para culturas anuais tem diminuído”. “O Grupo Sovena é responsável pela divulgação desta cultura na área de Alqueva, através de contratos que estabelece com os produtores para a produção de semente para a extracção de óleos, que posteriormente incorporaram em grande parte no biodiesel e uma parte residual em óleos alimentares produzidos e comercializados por empresas deste grupo”.

Mas, realça o Anuário Agrícola de Alqueva de 2023 que. “em termos financeiros, é uma cultura menos onerosa por hectare, comparada com culturas como o milho ou hortícolas e com os preços de mercado bastante favoráveis”. “Como é uma cultura de Outono-Inverno, pode entrar em rotações com culturas de Primavera-Verão”.

Segundo o Anuário Agrícola, a aptidão da cultura de colza no EFMA — Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva é “elevada e moderada”, com 6.787 ha dos cerca de 36.496 ha ainda disponíveis.

A cultura da colza, com a promoção feita por algumas empresas comerciais, tornou-se numa alternativa cultural nas culturas anuais. As suas sementes são utilizadas para a produção de biodiesel. Assim em 2023 foram regados 103 ha nos perímetros de rega de Alqueva.

A colza é utilizada em Alqueva, como cultura de Outono-Inverno de regadio e entra nas rotações. Como é uma cultura de Outono-Inverno o regadio poderá ser utilizado apenas como um complemento à realização da cultura.

Consulte o Anuário Agrícola de Alqueva de 2023 aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Armadilhas do Município de Montalegre já capturaram 14.801 vespas asiáticas em 2024

Partilhar              A Câmara Municipal de Montalegre tem em curso, desde inícios de Março, a nova campanha …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.