Início / Agricultura / Cultivo de cereais de Primavera já arrancou em 21 regiões da Ucrânia com diminuição de 3.478 mil hectares

Cultivo de cereais de Primavera já arrancou em 21 regiões da Ucrânia com diminuição de 3.478 mil hectares

As áreas semeadas projectadas, pelo governo da ucraniano, das principais culturas de Primavera para a safra 2022 no território controlado pela Ucrânia são de 13.438,4 mil hectares, ou seja, 3.477,9 mil hectares a menos que no ano passado.

Em comunicado, o Ministério da Política Agrária e Alimentação da Ucrânia, apesar da situação de guerra provocada pela invasão por parte da Rússia, garante que “21 regiões já começaram a semear culturas de Primavera e 15 regiões começaram a semear na mesma data do ano passado”.

As culturas semeadas, segundo o Ministério da Política Agrária e Alimentação da Ucrânia são as seguintes:

  • trigo de Primavera 81,0 mil hectares
  • cevada de Primavera 327,3 mil hectares
  • oleaginosas de Primavera 7,6 mil hectares
  • aveia 50,1 mil hectares
  • ervilhas 62,3 mil hectares
  • beterraba sacarina 30,6 mil hectares
  • girassol 33,7 mil hectares
  • soja 10,4 mil hectares.

Segundo informações das regiões, a semeadura das culturas de Inverno para grãos para a safra de 2022 foi realizada em uma área de 7,7 milhões de hectares, incluindo:

  • 6,5 milhões de hectares de trigo de Inverno e triticale foram semeados
  • centeio – 159 mil hectares
  • cevada – 1 milhão de hectares

A primeira fertilização de culturas de Inverno com fertilizantes minerais de nitrogénio e cuidados com as culturas continua nas empresas agrícolas, frisa o Ministério da Política Agrária e Alimentação da Ucrânia.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Município do Seixal no TOP 3 da recolha de óleos alimentares usados de origem doméstica

Partilhar              O concelho do Seixal é um dos três concelhos do País, juntamente com os municípios …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.