Início / Agenda / Criação de um porto seco na Guarda em debate. Participação livre. Inscreva-se

Criação de um porto seco na Guarda em debate. Participação livre. Inscreva-se

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) e o Município da Guarda organizam, esta quinta-feira, dia 10 de Dezembro, a partir das 15 horas, o Seminário “Porto Seco da Guarda”. A iniciativa decorre na Sala Almeida Santos, da Câmara Municipal da Guarda.

O seminário vai contar com a participação do secretário de Estado Adjunto e das Comunicações, Hugo Santos Mendes; do presidente da Câmara Municipal da Guarda, Carlos Chaves Monteiro; do presidente da APDL, Nuno Araújo; do vice-presidente da IP Infra-estruturas de Portugal, Carlos Fernandes; do director-geral da Yilport Leixões, Nuno David Silva e do administrador do Terminal de Carga Geral e Granéis de Leixões, Urbano Gomes.

Vantagens no desenvolvimento económico

A iniciativa pretende debater a necessidade da aproximação da região a um porto, sobre a importância e pertinência da intermodalidade marítima, ferroviária e rodoviária e, ainda, sobre as vantagens que um porto seco teria no desenvolvimento económico sustentável da Guarda.

A participação neste debate é livre, mas de inscrição obrigatória, aqui.

Relembre-se que, em Agosto, a ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho, defendeu a criação de primeiro porto seco na Guarda. No entender da ministra, a interioridade da Guarda deve ser vista “como uma grande vantagem de ligação ao resto da Europa”, feita através do sector da logística.

Segundo a organização, “esta iniciativa tem como principal objectivo iniciar um diálogo alargado com stakeholders da região sobre a criação de um porto seco na Guarda. Sendo que os portos secos são hubs interiores que funcionam como terminais de transbordo, entrega e recepção de mercadoria e respectivos serviços aduaneiros, serão abordados neste seminário temas como: a aproximação da região ao porto, a intermodalidade marítima, ferroviária e rodoviária, o desenvolvimento sustentável e o acesso dos agentes locais às diversas entidades envolvidas bem como o desenvolvimento económico da região”.

Um porto seco é um terminal intermodal afastado do mar, normalmente posicionado em regiões do interior, ligado a um porto marítimo por via férrea, rodoviária ou fluvial.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Cotações – Azeite – Informação Semanal – 31 Maio a 6 Junho 2021

Partilhar              Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas O Instituto Nacional de Estatística (INE) …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.