Início / Agricultura / Covid-19 leva a aumento de vendas de leite e iogurtes

Covid-19 leva a aumento de vendas de leite e iogurtes

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O confinamento obrigatório devido à pandemia de Covid-19 levou a uma corrida dos consumidores aos supermercados. O pico de consumo das famílias incluiu os produtos lácteos (leite, queijo e iogurtes) durante a segunda quinzena de Março.

Assim, refere o o Instituto Nacional de Estatística (INE), no seu Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Maio de 2020, no mês em análise houve aumento das vendas das empresas do sector, e, apesar de algumas unidades terem sido já confrontadas com problemas devido à falta de pessoal (em acompanhamento familiar ou em confinamento) e escassez de equipamentos de protecção individual, não foi colocado em causa o processamento industrial (volume de produtos lácteos subiu 1,7% relativamente ao mês homólogo, com aumento dos principais produtos, excepto o queijo).

Também ao nível da produção de leite de vaca não se verificaram, em Março, constrangimentos significativos, nomeadamente ao nível do fornecimento de factores de produção (a recolha de leite de vaca aumentou 2,1%).

Leite de pequenos ruminantes com dificuldade de escoamento

No entanto, acrescenta o Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Maio de 2020, que de acordo com informação do sector, houve desde o início da crise sanitária “sérios problemas de comercialização da produção no sub-sector do leite de pequenos ruminantes, na medida em que o sector da restauração, muito relevante no escoamento da sua produção (em particular dos queijos de ovelha e cabra) foi fortemente afectado pela crise pandémica. Eventos, feiras, mercados locais e encontros festivos foram cancelados, prejudicando igualmente e de forma particular este sub-sector.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Comportamento emocional em organismos-modelo aquáticos revisto por investigadores da Universidade de Évora

Partilhar            Os investigadores do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE-UE) da Universidade de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.