Início / Agricultura / Cotações – Ovinos e Caprinos – Informação Semanal – 18 a 24 Abril 2022

Cotações – Ovinos e Caprinos – Informação Semanal – 18 a 24 Abril 2022

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Ovinos

Na semana em análise as cotações médias nacionais dos borregos analisados, de <12 kg, 22-28 e de >28 kg mantiveram-se estáveis em relação à semana anterior.

Beira Interior

Na Beira Interior a oferta de borrego foi muito fraca na área de mercado da Guarda, média na Cova da Beira e relativamente abundante em Castelo Branco. A procura foi relativamente animada em Castelo Branco e na Cova da Beira e fraca na Guarda. Esta semana a procura sofreu uma quebra generalizada com a passagem da Páscoa. Apesar disso, as cotações dos borregos de <12 e de 13-21 kg mantiveram-se estáveis.

Beira Litoral

Na Beira Litoral a oferta de borrego foi muito fraca na área de mercado de Coimbra e fraca em Viseu. A procura foi fraca em Coimbra e relativamente fraca em Viseu, tendo diminuído com a passagem da quadra da Páscoa. A oferta foi insuficiente nas duas áreas. A oferta de ovelhas é muito fraca, pois decorre o período de retenção para prémio. Estabilidade de cotações nas duas áreas analisadas.

Ribatejo Oeste

No Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo, a oferta e a procura de borrego foram médias. De referir a procura de animais para exportação com destino a Israel. Estabilidade de cotações.

Alentejo

No Alentejo a oferta de borrego foi relativamente fraca nas áreas de mercado do Alentejo Litoral e do Alentejo Norte, média em Beja e Elvas, relativamente abundante em Évora e abundante em Estremoz. A procura foi média em Évora e Beja, relativamente animada no Alentejo Norte e Estremoz e animada no Alentejo Litoral e em Elvas. A procura de borregos para exportação continua a influenciar positivamente os preços na produção. Completa estabilidade de cotações dos borregos nas seis áreas analisadas.

Trás-os-Montes

Em Trás-os-Montes a oferta de borrego foi média e a procura relativamente fraca. A procura baixou com a passagem da quadra Pascal, o mesmo acontecendo às cotações dos borregos de <12 kg e de 13-21 kg nas três áreas de mercado analisadas, Alto Tâmega, Terra Fria e Terra Quente (-50 cêntimos / kg).

Caprinos

Na semana em análise as cotações médias dos cabritos de <10 kg apresentaram uma redução em relação à semana anterior na região de Trás-os-Montes (-50 cêntimos / kg); estabilidade destes animais na Beira Interior e na Beira Litoral.

Beira Interior

Na Beira Interior a oferta de cabrito foi muito fraca na área de mercado da Guarda e relativamente fraca na Cova da Beira e na Sertã. A procura foi fraca na Guarda, média na Sertã e animada na Cova da Beira. Quer a oferta, quer a procura, baixaram em relação à semana passada. Apesar da passagem da Páscoa as cotações dos cabritos mantiveram-se estáveis nas três áreas analisadas.

Beira Litoral

Na Beira Litoral a oferta de cabrito foi muito fraca nas duas áreas de mercado analisadas, Coimbra e Viseu. A procura foi relativamente fraca em Coimbra e fraca em Viseu, tendo baixado em relação à semana anterior, com a passagem da Páscoa. A oferta continua insuficiente nas duas áreas. Estabilidade de cotações dos cabritos e dos animais adultos nas duas áreas.

Trás-os-Montes

Em Trás-os-Montes a oferta de cabrito foi média e a procura foi fraca. A procura reduziu-se, o mesmo acontecendo às cotações dos cabritos de <10 kg nas três áreas de mercado, Alto Tâmega, Terra Fria e Terra Quente (-50 cêntimos / kg).

Ribatejo Oeste

No Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo, a oferta de cabrito foi média e a procura foi relativamente fraca. A procura sofreu uma quebra com a passagem da Páscoa, o mesmo acontecendo às cotações dos cabritos de <10 kg (-2,5 EUR / kg).

Alentejo

No Alentejo a oferta de cabrito foi fraca na área de mercado de Estremoz e relativamente fraca no Alentejo Norte. A procura foi fraca no Alentejo Norte e relativamente fraca em Estremoz. Estabilidade de cotações dos cabritos de <10 kg e de >10 kg nas duas áreas.

Todas as cotações aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Bolsa do Porco – Semana 32/2022 – 2,347€ (Subida de 0,020€)

Partilhar              Análise da FPAS — Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores Mercado europeu A Alemanha ia …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.