Início / Agricultura / Cotações – Hortícolas – Mercados de Produção – Informação Semanal – 20 a 26 Junho 2022

Cotações – Hortícolas – Mercados de Produção – Informação Semanal – 20 a 26 Junho 2022

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Mercados de produção

Esta semana a informação relativa à região Centro não se encontra disponível.

Abóbora – Na região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, a oferta equilibrou a procura que esteve média. Boa qualidade e sem dificuldades de escoamento. Descida das cotações máxima e mais frequente, devido a uma maior oferta.

Alface – Na região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, a oferta e a procura da apresentaram-se médias. Escoamento sem dificuldades. Subida das cotações, devido a uma menor oferta e maior procura. Qualidade média. Exportação de algum produto para Espanha. Modo de produção em estufa e ar livre.

No Algarve, a oferta de alface frisada de estufa foi média e a procura média/baixa. Cotações estáveis. Escoamento regular. Qualidade média. Na alface roxa a oferta e a procura foram baixas. Qualidade média. Escoamento pontual. Cotações estáveis.

Alho-francês – Na região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho a oferta foi suficiente para a procura média. Boa qualidade. Escoamento sem dificuldades. Subida da cotação máxima. Produção ao ar livre e em estufa
No Algarve, a oferta equilibrou a procura baixa. Escoamento fraco. Cotações estáveis. Qualidade média.

Batata

Batata-doce – No Alentejo, na área de mercado Odemira, a oferta continuou a diminuir e as cotações subiram. Procura alta.

Batata de conservação – Na região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, iniciou-se a campanha de comercialização da batata branca, com a oferta média, de boa qualidade, boa procura e escoamento sem dificuldades. Concorrência de produto importado.

Batata Nova – Na região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, terminou a campanha de produção e comercialização.

Na região Ribatejo Oeste, na área de mercado Península de Setúbal a oferta e a procura estiveram baixas. Descida das cotações devido a uma menor procura.

No Algarve a oferta esteve boa para uma procura fraca. Escoamento pontual devido à grande concorrência de produto de outras regiões e importada. Variedades “olho de perdiz” e “cara”. O produto apresentou-se com qualidade razoável. Cotações estáveis.

Beringela – No Algarve, a oferta e a procura estiveram baixas. Boa qualidade. Escoamento pontual. Cotações estáveis.

Beterraba – Na Região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, a oferta e a procura foram médias. Escoamento sem dificuldades. Descida da cotação máxima e subida da mínima e mais frequente, devido a uma menor oferta.

Cebola

Cebola de conservação – Na região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, iniciou-se a campanha de comercialização, com a oferta média, de boa qualidade, boa procura e escoamento sem dificuldades. Concorrência de produto importado.

Cebola Temporã – Na região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, terminou a campanha de produção e comercialização.

Na região Ribatejo Oeste, na área de mercado Península de Setúbal, registou-se uma descida das cotações, devido ao aumento da oferta. Boa qualidade.

Cenoura – Na Região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, a oferta foi suficiente para a procura média. Escoamento sem dificuldade. Boa qualidade. Descida da cotação máxima.

Na Região de Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi média/alta para uma procura baixa. Cotações estáveis. Na área de mercado Ribatejo, a oferta foi alta e a procura baixa. Cotações estáveis.

Couves

Couves – Na Região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, a oferta de couve “Repolho Tipo Coração” e “Penca” foi suficiente para a procura média. Escoamento sem dificuldade. Subida das cotações para a couve “Repolho Tipo Coração” e da mínima e mais frequente para a couve “Penca”, devido a uma menor oferta.

No Algarve, a oferta e a procura de couve “Repolho Liso” estiveram média/baixa. Produto com qualidade razoável. Escoamento pontual. Cotações estáveis.

Couve “Brócolos” – No Algarve, a oferta e a procura foram baixas. Escoamento pontual. Produto de qualidade razoável. Cotações estáveis.

Curgete – Na Região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, a oferta e a procura estiveram médias. Escoamento sem dificuldades. Descida das cotações mínima e máxima, devido a uma maior oferta. Concorrência de produto de Espanha. No Algarve, a oferta equilibrou a procura baixa. Escoamento pontual. Manutenção das cotações.

Espinafre – Na Região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, a oferta foi suficiente para a procura média. Boa qualidade. Manutenção das cotações. Escoamento sem dificuldades. Produção em estufa e ao ar livre.

Feijão-Verde – Na Região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, a oferta foi suficiente para a procura média. Boa qualidade, sem dificuldade de escoamento. Descida das cotações, devido a uma maior oferta. Concorrência de produto de Marrocos.

No Algarve, a oferta do feijão verde “Achatado Direito Estufa” foi média/alta e a procura média. Escoamento fluído. Boa qualidade. Cotações estáveis.

Grelo de Nabo – Na Região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, a oferta equilibrou a procura média. Escoamento sem dificuldades. Manutenção das cotações.

Nabiça – Na Região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho a oferta equilibrou a procura média. Escoamento sem dificuldades. Descida da cotação mais frequente devido a uma maior oferta. Produção ao ar livre e em estufa.

Nabo – Na Região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, a oferta e a procura foram médias. Boa qualidade. Escoamento sem dificuldades. Subida das cotações mínima e mais frequente, devido a uma menor oferta. Produção em estufa e ao ar livre.

Pepino – Na Região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, a oferta equilibrou a procura média, sem dificuldade de escoamento. Subida das cotações, devido a uma menor oferta. No Algarve, a oferta e a procura estiveram médias. Escoamento regular. Cotações estáveis.

Pimento – Na Região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, a oferta equilibrou a procura que esteve média. Escoamento sem dificuldades. Descida da cotação máxima. Concorrência de produto de Espanha. No Algarve, a oferta e a procura de pimento verde estiveram médias. Escoamento fluído. Cotações estáveis.

Plantas Aromáticas/Condimentares – No Algarve, a oferta e a procura foram médias para a salsa frisada, manjericão, cebolinho, tomilho e rúcula em molhos de 300 gr a 1.00 €/molho. A oferta média esteve equilibrada com a procura para os coentros, salsa e hortelã em molhos de 0,5 kg a 1.00 €/molho e com 1 kg a 2.00 €/Molho, grelos 0,5 Kg a 1€/molho e orégãos 0,5 Kg a 8€. Escoamento fluído.

Quiabo – No Algarve, teve inicio a campanha de produção e comercialização do quiabo. Boa qualidade. Pouca oferta para uma procura ligeiramente superior.

Tomate

Tomate – Na Região Norte, na área de mercado Entre Douro e Minho, a oferta e a procura estiveram médias. Escoamento sem dificuldade. Subida das cotações, devido a uma menor oferta e maior procura. Concorrência de produto de Espanha.

No Algarve, a oferta de tomate “Cherry” e “Cacho” foi baixa, para uma procura baixa. Escoamento pontual. A oferta de tomate “Alongado”, “Sulcado” foi suficiente para a procura média. Escoamento fluído. O tomate “Rosa” teve uma oferta superior à procura média. Escoamento fluido. Cotações estáveis. Boa qualidade para todo o produto.

Todas as cotações aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

PAN defende renaturalização e interdição da caça no Parque Natural da Serra da Estrela

Partilhar              A deputada única do PAN – Pessoas-Animais-Natureza, Inês de Sousa Real, entregou na Assembleia da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.