Início / Agricultura / Cotações – Frutos Secos e Secados – Informação Semanal – 6 a 12 Julho 2020

Cotações – Frutos Secos e Secados – Informação Semanal – 6 a 12 Julho 2020

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Mercados de produção

Alfarroba – Na região do Algarve, a oferta de alfarroba “inteira” foi baixa e a procura também. Escoamento regular. A oferta pela alfarroba “grainha” foi suficiente para a procura baixa. Escoamento regular. A oferta de alfarroba “triturado grosso” foi suficiente para a procura média/baixa. O escoamento melhorou. Cotações estáveis.

Amêndoa – No Algarve, a oferta foi média/baixa e a procura baixa. O escoamento efetuou-se com dificuldades, devido à concorrência do miolo espanhol, francês e americano, com preços mais baixos. Cotações estáveis.

Pinhão – No Alentejo, na área de mercado Alentejo Litoral, as cotações mantiveram-se estáveis. A oferta foi ligeiramente baixa. De campanha em campanha, a valorização do produto é devido ao aumento da procura interna e externa.

Frutos Frescos – Mercados Abastecedores

No MARL — Mercado Abastecedor da Região De Lisboa, registou-se uma boa disponibilidade de frutos, acompanhada duma melhoria na procura. Apesar da procura não conseguir escoar todo o produto, esta incidiu na ameixa, figo, melancia, melão, morango, meloa, nectarina/pêssego e citrinos. Relativamente ao mercado dos produtos importados, verificou-se a presença de ameixa, ananás, banana, damasco, lima, manga, melancia, meloa, melão, nectarina/pêssego, papaia e uva. Como novidade apareceu a ameixa da variedade “ Presidente”, pêra “Pérola” e uva “Pallieri” de origem nacional.

Todas as cotações aqui.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Navio da Marinha acrescenta mais de 37 mil km2 ao mapa do mar português

Partilhar            O navio hidro-oceanográfico D. Carlos I regressou hoje, 10 de Agosto, à Base Naval de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.