Início / Agricultura / Cotações – Frutos Frescos – Informação Semanal – 20 a 26 Julho 2020

Cotações – Frutos Frescos – Informação Semanal – 20 a 26 Julho 2020

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Mercados de produção

Abacate – No Algarve, a oferta de abacate das variedades “Tipo Hass e Tipo Reed” foi suficiente para a procura baixa. Escoamento fraco. Descida da cotação máxima.

Ameixa – Na Região centro, na área de mercado da Cova da Beira, a oferta da ameixa “Tipo Black” foi idêntica à semana anterior e foi comercializada sem dificuldades. Cotações estáveis.

No Algarve, iniciou oferta de ameixa “Tipo Black”, foi média/baixa e a procura também. Escoamento fraco. Fruto com razoável qualidade.

Amora – No Alentejo, na área de mercado Odemira, a produção está na curva descendente. Qualidade excelente. A procura esteve estável. Concorrência da produção dos países do centro da Europa e do Leste. Na Europa a fruta local é preferido à fruta de outras origens (conceito de fruta local é poderoso nestes mercados de consumo, Alemanha, Bélgica, Países Baixos, Reino Unido, fruta mais madura. A produção em

Figo – No Algarve, a oferta de figo “Vindimo Branco”, foi baixa e a procura ligeiramente superior. Cotações estáveis. Início da campanha de produção e comercialização do figo “Vindimo Tinto” , com a oferta e a procura ainda baixas. Escoamento fraco. Qualidade média.

Framboesa -Na Região Centro, na área de mercado Beira Litoral, a oferta foi abundante e a procura tem melhorado nas últimas semanas. O escoamento efectuou-se com fluidez. Cotações estáveis.

Na Região Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, a oferta foi alta e a procura também. Descida das cotações (10%).

No Alentejo, na área de mercado, Odemira, a produção está na curva descendente. Qualidade excelente. A procura esteve estável. Concorrência da produção dos países do centro da Europa e do Leste. Na Europa a fruta local é preferido à fruta de outras origens (conceito de fruta local é poderoso nestes mercados de consumo, Alemanha, Bélgica, Países Baixos, Reino Unido, fruta mais madura. A produção em Marrocos já terminou e a de Espanha está abaixo das previsões. Cotações estáveis (estimadas).

No Algarve, a oferta de framboesa, categoria I (produto para exportação), foi média e a procura externa esteve boa. Descida das cotações (8%). Bom escoamento. A procura nacional continuou baixa e o escoamento foi fraco devido ao fraco consumo dos portugueses. Cotações estáveis.

Laranja – No Algarve, a oferta de laranja “Valencia Late “foi suficiente para a procura média. As cotações mantiveram-se estáveis. Escoamento regular.

Limão – Na Região Centro, na área de mercado, Montes da Senhora, as cotações não se alteraram. A oferta diminuiu para média. A procura continuou forte porque realizaram-se mais transacções quer pelos produtores que foram levar ao MARL quer por parte dos intermediários. E deverá melhorar devido ao tempo mais quente e ao desconfinamento gradual do estado de calamidade da pandemia com a reabertura das esplanadas e restaurantes.

No Algarve, a oferta foi suficiente para a procura média/baixa. Escoamento regular. Cotações sem alterações. Boa qualidade do produto.

Maçã – Na área de mercado Leiria, a oferta foi média e a procura baixa. A fruta que esteve em atmosfera controlada estava com boa qualidade mas o das outras câmaras apresentavam algumas queimaduras do frio. Cotações estáveis.

Melão – No Alentejo, na área de mercado Beja e Moura, a oferta foi média/alta e a procura média. As cotações não se alteraram. Produto de boa qualidade.

Melancia – No Alentejo, na área de mercado Beja e Moura, a oferta foi forte e a procura média. Boa qualidade do produto. Cotações sem alterações.

No Algarve, a oferta de melancia “Sugar baby” foi ligeiramente inferior à procura média. Descida das cotações (17%). Produto com tamanho pequeno, de boa qualidade e comercializado em sacos. Escoamento regular. Grande concorrência de produto espanhol, com tamanhos grandes e maior quantidade.

Meloa – No Alentejo, na área de mercado Beja, a oferta foi alta e a procura média. Cotações sem alterações. Boa qualidade.

No Algarve, a oferta de meloa “Gália” foi média e a procura baixa. Descida das cotações (8%). Escoamento fraco. Qualidade média.

Mirtilo – Na Região Centro, na área de mercado Beira Litoral, a oferta de mirtilo está a diminuir, mas foi de boa qualidade e o escoamento efectuou-se sem dificuldades. A procura acompanhou a oferta. O mercado regional e nacional tem permitido escoar o mirtilo produzido. As cotações não se alteraram.

Na área de mercado Beira Interior, a oferta foi média/baixa e de boa qualidade. Procura média. Cotações sem alterações. As transacções foram inferiores à semana passada. Melhor escoamento em relação a igual período da campanha do ano anterior. Alguma produção foi exportada para a Suíça, Espanha e Holanda e a restante foi quase toda comercializada na região (mercado nacional).

Morango – Na Região Norte, na área de mercado, Macedo de Cavaleiros, o volume de transacções deste produto foi inferior à semana anterior devido às alterações para menos acentuadas da oferta e da procura, equilibradas e média/baixas. Cotações estáveis. A campanha de produção está a ser afectada pelas elevadas temperaturas que têm ocorrido. A comercialização realiza-se pelas grandes superfícies e algum produto nos mercados regionais. Escoamento sem dificuldades.

Na Região Centro, na área de mercado Litoral Centro, a oferta de morango foi média. Produto com qualidade superior. A procura esteve regular, mas normal para a época. Subida ligeira da cotação máxima e da mais frequente do morango comercializado em caixas. A produção regional está a ser enviada para ao mercado nacional e para Espanha.

Na Região de Lisboa e Vale do Tejo, na área de mercado Península de Setúbal, as cotações mantiveram-se estáveis.  A oferta foi baixa e a procura média. Boa qualidade.

Na área de mercado Oeste, a oferta e a procura fora médias. Subida ligeira das cotações do morango comercializado em cuvetes de 500g e em caixa (9%).

No Alentejo, na área de mercado Odemira, as cotações desvalorizaram devido principalmente a uma diminuição ligeira da procura. Boa qualidade comercial.

Nectarina – Na Região Centro, na área de mercado Cova da Beira, a oferta com condições para ser comercializada em fresco foi superior, assim como a qualidade, mas continuou insuficiente para responder à procura. Subida das cotações mais frequentes.

Na Região do Alentejo, a oferta e a procura foram médias. Boa qualidade comercial com cotações idênticas ao pêssego e estáveis.

No Algarve a oferta e a procura foram baixas. Escoamento fraco. Cotações estáveis. Produto de boa qualidade.

Pêssego – Na Região Norte, na área de mercado Vilariça, as transacções deste produto foram ligeiramente inferiores devido à diminuição da oferta. A oferta foi suficiente para a procura média/alta. A campanha de produção encontra-se na situação de plena. Escoamento sem dificuldades devido à boa qualidade do produto.

Na Região Centro, na área de mercado Cova da Beira, apesar da ter aumentado e ter concorrência de outras frutas, continuou a ser insuficiente para responder à procura, o que contribuiu para valorizar a generalidade das cotações, do pêssego de polpa amarela e pavias. A qualidade melhorou.

No Alentejo, a oferta foi média e a procura média/alta. Boa qualidade. Cotações estáveis.

No Algarve, esta semana e nesta área de mercado, não se registaram transações nos agentes económicos.

Tangerina – No Algarve, a oferta de tangerina “Encore” foi suficiente para a procura baixa. Escoamento fraco. Cotações estáveis.

Uva de Mesa – Na Região Alentejo, na área de mercado, Ferreira do Alentejo, a oferta aumentou (forte) e a procura esteve idêntica (média). Excelente qualidade comercial. Descida das cotações da uva “Cardinal e Vitoria”.

Na Região do Algarve, a oferta foi suficiente para a procura média. Boa qualidade comercial. Cotações estáveis.

Todas as cotações aqui.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

PME austríaca procura fornecedores de couve-flor e brócolos ultracongelados

Partilhar            Uma pequena e média empresa (PME) austríaca, que produz e comercializa vegetais orgânicos, frescos e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.