Início / Agricultura / Cotações – Cereais – Informação Semanal – 15 a 21 Agosto 2016

Cotações – Cereais – Informação Semanal – 15 a 21 Agosto 2016

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Prosseguiu a campanha de comercialização de cereais praganosos, sem alteração nas cotações mais frequentes, em relação à semana anterior:
Aveia – 165€/ton, na a.m. Alentejo;
Centeio panificável – 200€/ton, na a.m. Trás-os-Montes;
Cevada dística – 190€/ton, na a.m. Alentejo;
Cevada hexástica – 190€/ton na a.m. Alentejo;
Trigo duro – 235€/ton, na a.m. Alentejo;
Trigo mole forrageiro – 165€/ton, na a.m. Alentejo;
Trigo mole panificável – 170€/ton e 200€/ton, nas áreas de mercado Alentejo e Trás–os-Montes, respectivamente.

Na a.m. Trás-os-Montes, a campanha aproximava-se do fim.

Em termos gerais, Portugal é importador líquido de cereais, pois não produz o que consome. Nos primeiros 6 meses de 2016, o volume de cereais importados foi superior ao do período homólogo de 2015 (+13%).

As importações de milho aumentaram 9% em volume e as importações de trigo mole aumentaram 17%. O deficit saídas-entradas de cereais aumentou 11%.

Nos primeiros 6 meses de 2016, o deficit comercial português em cereais aumentou 2%, relativamente ao período homólogo de 2015, atingindo o valor de 347 milhões de euros.

Palha mantém 5 cêntimos por kg

Na semana em análise, prosseguiu a campanha de comercialização de palha na área de mercado Alentejo, com boa oferta, no geral, tanto em quantidade, como em qualidade. A cotação mais frequente foi de 0,05€/kg.

Girassol a 385 euros a ton.

Na semana em análise, prosseguiu a campanha de comercialização de girassol na área de mercado Alentejo. A cotação mais frequente foi de 385€/ton.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Governo dos Açores reabre candidaturas ao POSEI e PRORURAL+ por via electrónica

Partilhar            A Secretaria Regional da Agricultura e Florestas, através da Direcção Regional do Desenvolvimento Rural dos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.