Início / Agricultura / Cotações – Bovinos – Informação Semanal – 11 a 17 Julho 2016

Cotações – Bovinos – Informação Semanal – 11 a 17 Julho 2016

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

As cotações médias nacionais dos novilhos e novilhas de 12-18 meses, cruzado de Charolês e de raça Turina, voltaram a manter-se estáveis em relação à semana anterior.

No Entre Douro e Minho a oferta e a procura de bovinos foram médias e equilibradas. Mantêm-se as trocas com o mercado externo, nomeadamente com Espanha, registando-se principalmente a entrada de carne a preços inferiores e a saída de vacas. Estabilidade de cotações nas duas áreas de mercado, Entre Douro e Minho e Ribadouro.

Na Beira Litoral a oferta e a procura de bovinos foram muito fracas. A oferta de novilhos/as continua escassa e revela-se insuficiente, muito embora o mercado seja abastecido em parte por carne oriunda do mercado externo, principalmente de Espanha, cujo preço é inferior ao nacional. As vacas continuam a registar bom escoamento para o país vizinho. Subida da cotação +freq. dos vitelos de 3-6 meses cruzado de Charolês (+50 EUR / Unidade), na área de mercado de Viseu.

No Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo, a oferta de bovinos foi relativamente fraca e a procura foi fraca. As cotações voltaram a manter-se estáveis.

No Alentejo a oferta de bovinos foi média em todas as áreas de mercado; a procura foi relativamente fraca no Alentejo Norte, animada em Elvas e média no Alentejo Litoral, Estremoz, Évora e Beja. Descida de cotações em relação à semana anterior, em Estremoz (quase todas as categorias) e Beja (vitelões fêmea de 8-12 meses).
A tendência da Bolsa do Bovino foi de manutenção de cotações em todas as categorias e classificações.

cotaçoes bovinos 17 julho 2016

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Recolha de leite de vaca cai 1,4% em Novembro de 2021

Partilhar               A recolha de leite de vaca em Novembro de 2021 foi de 144,5 mil …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.