Início / Agricultura / Cotações – Azeite – Informação Semanal – 2 a 8 Março 2020

Cotações – Azeite – Informação Semanal – 2 a 8 Março 2020

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Azeite

Em Portugal, no final dos 4 meses de laboração dos lagares de azeite (Outubro-Janeiro), o rendimento médio da azeitona laborada foi de cerca de 15,2% e o volume de produção de azeite nesta campanha vai atingir novo máximo histórico, superando as 135 mil toneladas. A campanha de comercialização do azeite prosseguia.

A cotação mais frequente a granel do azeite virgem extra foi de 2,85€/kg, na área de mercado Trás-os-Montes.

.As cotações mais frequentes do azeite virgem extra em garrafão de 5 litros variaram entre 3,80€/l e 4,80€/l.

Espanha

Em Espanha (Olimerca), na décima semana de 2020 os preços médios a granel do azeite virgem extra não sofreram alteração, em relação à semana anterior, e variaram entre 2,10€/kg, nas províncias de Jaén e Granada, e 2,40€/kg, na província de Sevilha.

As cotações podem ser consultadas aqui.

Azeitona de mesa

Estimamos que, na campanha 2019-2020, a produção de azeitona para conserva nos olivais nacionais rondou as 22 000 toneladas, volume idêntico ao da campanha 2018-2019 (SIAZ).

Azeite: Comércio internacional

Nos primeiros 3 meses da presente campanha (Outubro 2019 – Dezembro 2020) e face à quebra da produção nacional registada na campanha anterior, as importações portuguesas de azeite virgem extra e virgem aumentaram em volume mais que as exportações, relativamente ao período homólogo da campanha anterior.

Ambos os fluxos diminuíram em valor, o que reflecte a baixa do preço do azeite no mercado mundial.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Madeira tem 2 estrangeiros interessados em investir na transformação de pescado

Partilhar            A área da transformação no sector das pescas da Região Região Autónoma da Madeira está …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.