Início / Agricultura / Cotações – Azeite – Informação Semanal – 2 a 8 Julho 2018

Cotações – Azeite – Informação Semanal – 2 a 8 Julho 2018

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

As estatísticas do INE dão-nos um volume de produção de azeite de 134,8 mil toneladas, na campanha 2017-2018. O azeite produzido registou elevada qualidade e foi quase todo classificado como “virgem extra”.

Em Espanha, na semana em análise as cotações do azeite virgem extra a granel (Olimerca) registaram uma pequena subida, em relação à semana anterior, e variaram entre o mínimo de 2,75€/kg, nos mercados regionais de Jaén, Granada e Extremadura, e o máximo de 2,90€/kg, no mercado regional de Sevilha.

Transacções em Trás-os-Montes e Ribatejo

Em Portugal, na semana em análise, foram observadas transacções de azeite a granel nas áreas de mercado Trás-os-Montes e Ribatejo. Nestas áreas de mercado, as cotações mais frequentes a granel do azeite virgem extra foram, respectivamente, de 2,70€/kg e 2,95€/kg.

Ainda no nosso país, as cotações mais frequentes do azeite virgem extra engarrafonado variaram entre o mínimo de 4,47€/litro e o máximo de 5,10€/litro.

As cotações podem ser consultadas aqui.

Comércio internacional

Em Portugal, nos primeiros 7 meses da campanha 2017-2018 as exportações de azeite virgem extra e virgem aumentaram 35% em volume e 49% em valor, relativamente ao período homólogo da campanha 2016-2017.

O saldo comercial português em azeite praticamente duplicou.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Verdes recomendam ao Governo “total interdição de pesca” de tubarões e raias

Partilhar              O Grupo Parlamentar de Os Verdes recomenda ao Governo que “crie uma equipa para elaborar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.