Início / Agricultura / Cotações – Aves e Ovos – Informação Semanal – 5 a 11 Outubro 2020

Cotações – Aves e Ovos – Informação Semanal – 5 a 11 Outubro 2020

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Aves

Na semana em análise registou-se um ligeiro acréscimo da cotação média nacional do frango abatido (65% – de 1100 a 1300 g) em relação à semana anterior (+2 cêntimos / kg). Estabilidade de cotações do frango vivo (de 1,8 kg) e do peru, vivo (de 14 a 15 kg) e abatido (80% – de 5,7 a 9,8 kg).

Na região da Beira Litoral, na área de mercado da Beira Litoral, a oferta de frango foi relativamente abundante e a procura animada. A oferta baixou um pouco em relação à semana anterior, revelando-se insuficiente no que se refere ao frango das classes de peso mais elevadas; a procura manteve-se. Subida de cotações do frango abatido das classes de peso de 1100-1300 g e de >1300 g (+5 cêntimos / kg).

Estabilidade de cotações do frango do campo, após a descida da semana passada. Subida das cot. mín. e +freq. do peito de peru (+5 cêntimos / kg). Acréscimo da cot. máx. das galinhas vivas semipesadas (+3 cêntimos / kg), cuja oferta é escassa, uma vez que os produtores estão a mantê-las para terem ovos suficientes para o Natal.

Ribatejo e Oeste

Na região do Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo e Oeste, a oferta e a procura de frango foram médias, tendo a procura registado nas últimas semanas uma ligeira diminuição. Estabilidade de cotações do frango e do peru, vivos e abatidos, de perna e peito de peru e ainda das galinhas vivas, pesadas e semipesadas.

Nota: 1) A partir da 1ª semana de 2020 as 2 Áreas de Mercado da Região da Beira Litoral – Dão-Lafões e Litoral Centro fundiram-se, dando origem à Área de Mercado da Beira Litoral. O mesmo aconteceu para as Áreas de Mercado de Dão-Lafões Gr. e Litoral Centro Gr., de cuja fusão resultou a Área de Mercado da Beira Litoral Gr. 2) Iniciou-se na semana 27 a recolha de cotações da perna e peito de peru nas duas regiões.

Ovos

Na semana em análise as cotações médias nacionais dos ovos, na produção (ovo a peso de 60 a 68 g) e classificados e embalados em ovotermo das classes de peso M e L, mantiveram-se estáveis em relação à semana anterior (no caso dos ovos classificados a estabilidade mantém-se há 12 semanas consecutivas).

Na região da Beira Litoral a oferta de ovo foi abundante e a procura animada nas duas áreas de mercado, Dão-Lafões e Litoral Centro. A procura registou uma melhoria nas últimas semanas com o início do ano letivo e a reabertura das cantinas escolares. A relação oferta-procura apresenta-se equilibrada, pois os produtores têm adequado a produção às necessidades da procura. De referir alguma falta de ovo XL e excesso de ovo M em Dão-Lafões.

No Litoral Centro está a sair ovo para o mercado externo. Estabilidade de cotações do ovo a peso e dos ovos classificados, em cartão e ovotermo, de todas as classes de peso, S, M, L e XL, nas duas áreas analisadas.

Na região do Ribatejo e Oeste, na área de mercado do Ribatejo e Oeste, a oferta e a procura de ovo foram médias e equilibradas. Acréscimo da cotação mín. do ovo a peso (+5 cêntimos / kg) e das cot. máx. dos ovos classificados, em cartão e ovotermo, das classes de peso S, M e L (+5 cêntimos / dúzia).

Todas as cotações aqui.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 more

Verifique também

Produtores de leite da Póvoa de Varzim em risco de falência pedem para serem pagos ao preço mínimo de 38 cêntimos/litro

Partilhar             more  Caso não exista um aumento do preço do leite a breve prazo, toda a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.