Início / Agricultura / Cotação da azeitona de mesa cai 5 cêntimos por quilo em Castelo Branco

Cotação da azeitona de mesa cai 5 cêntimos por quilo em Castelo Branco

As campanhas de comercialização de azeitona de mesa prosseguem nas áreas de mercado Castelo Branco e Freixo-de-Espada-à-Cinta, onde as produções sofreram quebras, comparativamente ao ano anterior.

Segundo a análise do SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas, referente à semana de 14 a 20 de Novembro, a cotação mais frequente na área de mercado de Castelo Branco desceu para 0,60€/kg (-0,05€/kg, em
relação à semana anterior) e na área de mercado de Freixo-de-Espada-à-Cinta a cotação mais frequente manteve-se
em 0,45€/kg.

Quanto à azeitona para azeite, na semana em análise, foi dada por iniciada a campanha 2016-2017 de comercialização de azeitona para azeite nas áreas de mercado do Alentejo Central e Alentejo Sul, onde a produção sofreu quebras, comparativamente ao ano anterior, à semelhança do que aconteceu na área de mercado Alentejo Norte.

As cotações mais frequentes da azeitona para azeite foram as seguintes:
a.m. Alentejo Norte – 0,40€/kg;
a.m. Alentejo Central – 0,30€/kg;
a.m. Alentejo Sul – 0,35€/kg.

A campanha 2015-2016 registou o terceiro mais elevado volume de produção de azeite das últimas 100 campanhas. Assim, nos primeiros 11 meses da campanha, as compras ao exterior de azeites virgem-extra e virgem diminuíram 22% em volume e as vendas aumentaram 12%, relativamente ao período homólogo da campanha anterior.

No mesmo período, o superavit da balança comercial de azeite cifrou-se em 161 milhões de euros, o que representa um aumento de 91 milhões de euros (+130%), em relação ao período homólogo do ano anterior.

Agricultura e Mar Actual

 
       
   
 

Verifique também

Volume de capturas de pescado em Portugal diminui 29% em Abril de 2022

Partilhar              O volume de capturas de pescado em Portugal diminuiu 29% em Abril de 2022 (-31,3% …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.