Início / Agricultura / Continente passa a vender alfaces e ervas aromáticas acabadas de colher

Continente passa a vender alfaces e ervas aromáticas acabadas de colher

O Continente lançou um projecto piloto de hidroponia em três lojas Continente — Cascais, Matosinhos e Gaiashopping — que permite aos clientes colherem alfaces e ervas aromáticas ainda com raiz. Os produtos “mantêm assim as suas características originais e frescura durante mais tempo, além de serem mais sustentáveis”.

O projecto ‘A Minha Horta’ é um conceito móvel de hidroponia que “pretende trazer ainda mais frescura e portugalidade (com produtos de origem nacional) à secção das frutas e legumes das lojas Continente, proporcionando ao cliente a experiência de colher os seus próprios hortícolas”, refere uma nota de imprensa da cadeia de supermercados da Sonae.

O cultivo hidropónico não usa terra, mas uma solução de água enriquecida com nutrientes. “É uma opção mais sustentável em relação à agricultura tradicional porque consome menos água, não utiliza herbicidas ou pesticidas e adapta-se a condições extremas”, adianta a mesma nota.

As variedades de alfaces disponíveis são as frisadas verdes, roxas e lisas e, entre as ervas aromáticas, estão disponíveis o cebolinho, manjericão, coentros, salsa, hortelã e tomilho por 0,99 euros cada unidade. O cliente recolhe as alfaces, corta as aromáticas e coloca-as directamente no respectivo saco ou cuvete, já com o código de barras incorporado, sem necessidade de pesar o artigo.

Clube Produtores Continente

Para este projecto, o Continente conta com dois parceiros do Clube Produtores Continente – um clube com 267 membros e 25 anos de existência – que visa apoiar, incentivar e certificar o melhor da produção nacional.

“Desde que o projecto foi lançado, a adesão dos clientes tem sido superior às expectativas, representando, em média, 22% das vendas das alfaces nas três lojas” explica Nuno Vital, director comercial no Continente.

E acrescenta que “é uma forma de termos uma horta em loja, de continuarmos a oferecer os produtos mais frescos aos nossos clientes, com origem nacional, e mantendo os legumes nas suas condições naturais durante mais tempo”.

‘A Minha Horta’ é um projecto que “privilegia a frescura que a marca procura para a secção de frutas e legumes das lojas Continente, onde já mantem, com alguns fornecedores, a entrega directa de produtos nas lojas para garantir a frescura dos mesmos”, dia ainda a mesma nota.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Reguengos de Monsaraz: “ausência de resposta” da EDIA e da DGADR atrasa Bloco de Rega de Reguengos

Partilhar              A presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, a social-democrata Marta Prates, garante que, …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.