Início / Agricultura / Conheça os vencedores do projecto “Douro+Sustentável”

Conheça os vencedores do projecto “Douro+Sustentável”

As distinções nas áreas da Enologia, Viticultura, Enoturismo e Revelação, no âmbito do projecto “Douro+Sustentável”, do IVDP — Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, já são conhecidas.

Os vencedores deste projecto, que visa o desenvolvimento economicamente viável, com boas práticas ambientais promovendo a elaboração de projectos consistentes que valorizem a protecção da região e do seu património, são: Quinta do Portal (Enoturismo); Quinta dos Murças (Viticultura); Cimdouro (Revelação); e João Rosa Alves (Enologia).

A 10 de Setembro de 1756, o Marquês de Pombal criou a mais antiga região demarcada e regulamentada do Mundo: o Douro Vinhateiro. A data foi instituída como o Dia Internacional do Vinho do Porto, e o IVDP — Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto assinala desde 2014 a efeméride com uma série de iniciativas tendentes à promoção do mais emblemático vinho português.

Quinta do Portal

A Quinta do Portal é uma empresa que se dedica desde 1990 à produção de vinhos generosos e de mesa de elevada qualidade. Situada em Sabrosa, porta de entrada para a paisagem do Alto Douro Vinhateiro, Património Mundial da Humanidade, a Quinta do Portal desenvolveu uma política de internacionalização com participação regular nos maiores certames da especialidade, onde a qualidade dos seus vinhos e adega têm sido premiadas.

O enoturismo é outra das apostas da quinta, com a unidade hoteleira da Casa das Pipas e a já célebre adega gizada pelo arquitecto Álvaro Siza Vieira, a constituírem pólos de atracção na paisagem do Douro.

Saiba mais aqui.

Quinta dos Murças

A Quinta dos Murças está situada no Norte de Portugal, sub-região Cima-Corgo, na margem direita do Rio Douro, entre a Régua e o Pinhão, desde 1714. Com 3,2Km de margem de rio e exposição maioritariamente a sul, a Quinta dos Murças tem uma área total de 1.55ha, dos quais 48ha são de vinhas com castas autóctones e onde, em 1947, foi plantada a primeira vinha vertical do Douro.

Além das vinhas, as oliveiras, laranjeiras, amendoeiras e a mata mediterrânica ajudam a potenciar a biodiversidade existente promovendo o equilíbrio do ecossistema.

Saiba mais aqui.

Cimdouro

A Comunidade Intermunicipal do Douro é uma associação de municípios de fins múltiplos, pessoa colectiva de direito público de natureza associativa e âmbito territorial, constituída desde 15 de Janeiro de 2009, abrangendo os Municípios de Alijó, Armamar, Carrazeda de Ansiães, Freixo de Espada à Cinta, Lamego, Mesão Frio, Murça, Peso da Régua, Moimenta da Beira, Penedono, S. João da Pesqueira, Sernancelhe, Sabrosa, Santa Marta de Penaguião, Tabuaço, Tarouca, Torre de Moncorvo, Vila Nova de Foz Côa e Vila Real.

Saiba mais aqui.

João Rosa Alves

João Rosa Alves é director de produção da Menin Douro Estates desde Maio de 2021. A paixão por Portugal e pelo Douro, por parte dos empresários brasileiros Rubens Menin e Cristiano Gomes já vem de longe. Primeiro como uma quase segunda pátria, agora como destino ideal para um projecto único que pretende fortalecer o legado histórico do Douro.

Rubens Menin, um dos maiores empresários brasileiros, com vasto portefólio de negócios, que vai da banca à maior construtora da América Latina, e Cristiano Gomes, sócio e empresário com carreira na área financeira, juntaram-se para realizar uma paixão de ambos. E o Douro é apenas o começo.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Orçamento Participativo dos Açores tem 32 propostas vencedoras

Partilhar              A edição de 2022 do Orçamento Participativo dos Açores (OP Açores) contou com mais de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.