Início / Agricultura / Como cultivar chícharo: tudo o que deve saber para começar

Como cultivar chícharo: tudo o que deve saber para começar

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Artigo de opinião de Rosa Moreira, Eng.ª Agrónoma, promotora do site A Cientista Agrícola

Hoje venho falar-vos de uma cultura que provavelmente alguns de vocês não conhecem ou nunca experimentaram produzir: o chícharo.

Nutricionalmente, o chícharo é muito rico em flavonóides, proteínas, sais minerais e hidratos de carbono. Esta cultura pertence às leguminosas tais como também pertencem o feijão, grão, favas, ervilha, etc. Há quem confunda inclusivamente o chícharo com culturas como o grão-de-bico ou até mesmo o tremoço mas não se deixe enganar pois o seu sabor é inconfundível.

Em Portugal, é no sul que se encontra a maior área onde esta cultura é produzida, no entanto, nas Beiras Litoral e Interior também tem alguma expressão.

Esta cultura é muito característica da região de Alvaiázere, no distrito de Leiria, e que é cultivada entre árvores como oliveiras, figueiras e entre outras.

Antigamente, especialmente nos povos mais pobres era presença assídua nas suas refeições pois acabava por saciar bastante. Hoje em dia, tem vindo a aumentar o interesse por esta cultura e por essa razão, segue abaixo algumas informações que certamente vai gostar de saber caso queira iniciar a sua produção.

chícharo

Saiba mais sobre a planta Lathyrus sativus L.

Falando agora sobre a planta também conhecida popularmente por “xíxara” cujo nome científico é Lathyrus sativus L. e que pertence à família das Fabáceas, é importante agora abordar as características morfológicas desta cultura.

O chícharo apresenta um grão ou semente com uma forma quadrangular ligeiramente achatada e com uma cor clara. Este encontra-se protegido no interior de vagens grossas, possuindo cada uma delas 3 a 4 sementes.

Possuí flores com uma cor branca-azulada, com ciclo de vida anual e com crescimento prostrado ou trepador. Á semelhança de outras leguminosas, o chícharo desempenha um papel muito importante na fixação de azoto no solo, melhorando e regenerando-o através do processo de simbiose que existe com a bactéria rizóbio.

chícharo

Como cultivar chícharo: tudo o que deve saber

O cultivo de chícharo faz-se essencialmente por sementeira, adaptando-se facilmente a solos mais pobres e secos, com tendência a serem calcários.

Se o seu terreno é húmido e compacto provavelmente não será boa ideia se “meter em aventuras” com o chícharo pois não se irá desenvolver correctamente.

Tal como já abordei no início deste artigo, o chícharo pode ser cultivado entre árvores que tenha na sua horta ou qualquer outro terreno agrícola. Já imaginou as vantagens da produção desta cultura aí na sua casa? Além de poder cultivar chícharo pode também adubar o terreno onde a cultura vai ser produzida devido às suas propriedades fixadoras de azoto no solo.

A altura ideal para semear chícharo começa no mês de Fevereiro e estende-se até abril. A duração do ciclo desta cultura é cerca de 4 meses até que possa ser colhida.

Relativamente ao compasso de sementeira, utilize a distância de 30 cm entre linhas e 15 cm entre plantas na linha. Garanta que a semente de chícharo fica, aquando da sementeira, a uma profundidade mínima de 5 cm.

chícharo

Relativamente aos cuidados que esta cultura exige, trago boas notícias. A cultura do chícharo não é muito exigente em práticas culturais devendo prestar apenas especial atenção ao desenvolvimento de plantas infestantes. Antes da sementeira, garanta que o solo está suficientemente limpo e livre de qualquer vestígio deste tipo de plantas. Á medida que foram aparecendo, e caso a área destinada a esta cultura seja pequena, pode ir removendo-as manualmente ou recorrendo a um sacho. Para área maiores pode usar um herbicida adequado à cultura desde que garanta que o usa de uma forma sustentável.

No que diz respeito à rega também não necessitará de se preocupar exceto se ocorrer períodos de seca muito prolongados. Nesses casos, regue a cultura sem a encharcar.

No que diz respeito à fertilização também não é muito exigente pois adequa-se muito bem a solos pobres em nutrientes. No entanto, se quiser dar um “boost” de nutrientes recorra a fertilizantes orgânicos.

Quando é que o chícharo está pronto a colher?

Um bom indicador que o chícharo está pronto a ser colhido é quando as grão se encontrar pastoso caso o pretende consumir em fresco.

Se quiser consumir o chícharo em seco espero que o seu ciclo chega ao fim sensivelmente após 120 dias, que corresponde à fase em que as vagens se encontram totalmente secas.

Nesse momento, colha as plantas e deixe-as a secar ao sol de forma a ficarem “crocantes” ou “estaladiças”. Através deste processo, muitas destas acabarão por deixar cair de forma natural as suas sementes e as que não o fizerem, as vagens devem ser abertas manualmente de maneira a conseguir retirar as sementes.

Depois desta fase, limpe as sementes e coloque-as ao sol pelo menos durante 3 dias para que consigam secar como esperado. Depois disto, podem ser perfeitamente conservadas para serem consumidas nos meses mais frios.

Atenção que o chícharo possui uma substância que quando ingerido em quantidades excessivas se torna tóxica, devendo por isso ingerir estas sementes moderadamente.

Quando tiver vontade de cozinhar chícharos, demolhe-os em água fria pelo menos 8 horas para facilitar a posterior confecção tal como faz com o feijão ou grão de bico, por exemplo.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

UE. Educação ambiental e desenvolvimento sustentável está em consulta pública. Quer dar a sua opinião?

Partilhar              A Comissão Europeia lança hoje, 18 de Junho, uma consulta pública sobre educação ambiental e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.