Início / Mar / Ambiente / Comissário dos Oceanos escreve a 22 ministros a pedir solução para a morte acidental de golfinhos

Comissário dos Oceanos escreve a 22 ministros a pedir solução para a morte acidental de golfinhos

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Comissário Europeu, Virginijus Sinkevičius, responsável pelo Ambiente, Oceanos e Pescas, escreveu a 22 ministros da pesca e do meio ambiente da União Europeia sobre as capturas acidentais de golfinhos e outros animais marinhos nas águas da União.

Virginijus Sinkevičius pediu que trabalhassem juntos para encontrar uma solução para esta situação. O Comissário afirmou estar “totalmente comprometido em resolver este problema. Já pedimos ao Conselho Internacional para a Exploração do Mar (CIEM) que actualize urgentemente os pareceres científicos. Também levantarei esta questão nos próximos conselhos do Meio Ambiente e da Pesca”.

E acrescentou que “com base nessas discussões, trabalharei nos próximos passos a serem tomados, considerando todas as opções possíveis”.

1.200 golfinhos mortos

Segundo relatos, 1.200 golfinhos apareceram mortos nas praias do Golfo da Biscaia entre Dezembro 2018 e Março de 2019, e espera-se que esse número seja maior este ano. A maioria desses golfinhos exibia marcas das artes de pesca e provavelmente morreu nas redes de pesca.

E no mar Báltico, a já pequena população de golfinhos é confrontada com um perigo ainda maior devido às redes de pesca estáticas e redes de emalhar.

Para aquele Comissário Europeu, “os níveis de capturas acessórias que estamos a enfrentar não são aceitáveis. Pode resultar na extinção de populações locais de espécies protegidas”.

“Estes são apenas os exemplos mais flagrantes, mas este problema está, em certa medida, presente em todos os mares da UE e devemos trabalhar juntos para resolvê-lo”, escreveu ainda Virginijus Sinkevičius na carta enviada aos 22 ministros.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Em tempo de Covid-19, INE avança com Recenseamento Agrícola por telefone

Partilhar            O Instituto Nacional de Estatística (INE), na sequência da suspensão das entrevistas, até ao final …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.