Início / Agricultura / Comércio agroalimentar da UE atinge recorde de 36,5 mil M€ em Outubro de 2022

Comércio agroalimentar da UE atinge recorde de 36,5 mil M€ em Outubro de 2022

A Comissão Europeia publicou hoje, 31 de Janeiro, o último relatório mensal sobre o comércio agroalimentar, que mostra que os fluxos comerciais mensais da União Europeia (UE) de produtos agrícolas e alimentares atingiram um valor recorde de 36,5 mil milhões de euros em Outubro de 2022.

A quota das importações agroalimentares da UE aumentou para 15,7 mil milhões de euros no mesmo mês. Apesar de uma ligeira diminuição, as exportações agroalimentares da UE continuam a ser elevadas, num valor de 20,7 mil milhões de euros, refere uma nota de imprensa da Comissão.

Globalmente, e apesar do aumento das importações, a balança comercial da UE continua a ser positiva, situando-se nos 5 mil milhões de euros, realça a mesma nota.

Exportações

Em termos de valor, as exportações agroalimentares da UE diminuíram 1,2% mês a mês. A diminuição das exportações da UE deve-se principalmente a uma queda nas exportações de bebidas espirituosas e licores, bem como de queijos e requeijão.

O aumento de 3% das exportações para a China compensou parcialmente a queda das exportações para os Estados Unidos (-5%) e para o Reino Unido (-2%). Apesar desta diminuição mensal, as exportações agroalimentares da UE para os EUA e o Reino Unido nunca foram tão elevadas.

Nos primeiros dez meses de 2022, as exportações da UE para os EUA atingiram € 24,4 bilhões. Isso é 29% maior que a média de três anos para o mesmo período. Da mesma forma, as exportações da UE para o Reino Unido de Janeiro a Outubro de 2022, no valor de € 39,5 bilhões, são 15% maiores do que em 2021.

Importações

O Brasil e a Ucrânia são os dois principais países para as importações agroalimentares da UE. As importações do Brasil caíram 17% em outubro de 2022 em comparação com o mês anterior. No entanto, as importações da Ucrânia aumentaram 25% naquele mês, com milho, óleo de girassol, sementes de girassol e colza representando 70% das importações da UE. O valor das importações da Ucrânia e do Brasil é 20% superior ao do terceiro maior fornecedor de produtos agroalimentares da UE, ou seja, o Reino Unido.

Os volumes de óleo de palma importado diminuíram 16% em comparação com o mesmo período de 2021, enquanto as importações de milho aumentaram 66%.

Pode ler o relatório mensal sobre o comércio agroalimentar aqui.

Agricultura e Mar

 
       
   
 

Verifique também

Chega recomenda ao Governo reversão da extinção das Direcções Regionais de Agricultura

Partilhar              O Grupo Parlamentar do Chega (CH) recomenda ao governo que “reverta a decisão de extinção …

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.