Início / Agricultura / Chocolate combate o envelhecimento

Chocolate combate o envelhecimento

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O consumo de chocolate ajuda a conservar as funções cognitivas na velhice, concluiu um estudo publicado por cinco investigadores portugueses na editora científica internaconal IOS Press Content Library. Segundo os cientistas, comer chocolate pode também ter um efeito protector contra a doença de Alzheimer.

“Tanto quanto sabemos, este é o primeiro estudo prospectivo de coorte a revelar uma associação inversa entre o consumo regular de longo prazo de chocolate e o declínio das funções cognitivas em humanos”, escrevem os autores.

O estudo abrangeu 531 pessoas com mais de 65 anos, que foram acompanhadas para monitorizar os seus hábitos de consumo de chocolate e de café e as suas funções cognitivas. As funções testadas incluíram a orientação, memória, atenção e cálculo.

Consumo ideal é de três quadradinhos por semana

“O consumo de chocolate, independentemente, foi associado com um risco cerca de 40% menor de declínio das capacidades cognitivas”, concluíram os cientistas. Este risco diminuiu “sobretudo” nos sujeitos de estudo que comem uma pequena porção de chocolate, ou seja, apenas três pedaços de uma tablete, um snack de chocolate ou uma colher de cacau em pó por semana.

A perda de capacidades cognitivas também foi menor para aqueles que consumiram regularmente chocolate e café. Outros estudos, dos mesmos autores, confirmam que um consumo diário de cacau durante oito semanas pode melhorar as capacidades cognitivas de idosos saudáveis, mas concluem ainda que um suplemento à base de cacau não tem efeito sobre a saúde física e mental de jovens.

Os investigadores que publicaram o artigo pertencem a várias instituições: Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, Departamento de Neurologia do Hospital de Santa Maria, Departamento de Epidemologia Clínica, Medicina Preditiva e Saúde Pública da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e ao EPIUnit – Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Estatuto da Agricultura Familiar tem validade prolongada de 1 para 3 anos

Partilhar              A ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, já assinou a portaria que altera a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.