Início / Mar / Ambiente / Certificação do MSC reconhecida pelo Comité Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Certificação do MSC reconhecida pelo Comité Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Comité Organizador dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio escolheu o programa de certificação do Marine Stewardship Council (MSC) para o seu Código de Abastecimento Sustentável de Produtos da Pesca.

O MSC é o programa de rotulagem ecológica mais rigoroso e reconhecido a nível mundial para os produtos do mar sustentáveis. Esta é a terceira vez, depois de Londres (2012) e do Rio (2016), que o MSC desempenha um papel de apoio aos Comités Organizadores dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos no cumprimento dos seus objectivos de sustentabilidade no maior evento desportivo do Mundo.

Nicolas Guichoux: “esperamos que a decisão do comité de incluir produtos do mar sustentáveis certificados na sua política de aquisições seja um passo no sentido de uma maior adopção de políticas de aprovisionamento sustentável de produtos do mar no Japão. Se isto se concretizar, será uma magnífica notícia para o movimento dos produtos do mar sustentáveis, uma vez que o Japão continua a ser o mercado mais influente do mundo no que diz respeito à pesca e à aquicultura”

Com o seu conceito de sustentabilidade “Be Better, Together – for the planet and the people e o seu Código de Abastecimento Sustentável de Produtos da Pesca, o Comité Organizador de Tóquio 2020 determina que os fornecedores devem adquirir peixes e mariscos que satisfaçam uma lista de condições relativas ao impacto ambiental nos ecossistemas marinhos. Os produtos da pesca que são certificados independentemente de acordo com o Padrão do MSC satisfazem estas condições.

Padrão do MSC

O Padrão do MSC é o único programa de certificação e rotulagem de pescarias de captura selvagem que cumpre os requisitos das melhores práticas estabelecidos tanto pela Organização para a Alimentação e a Agricultura das Nações Unidas (UNFAO) como pela ISEAL, a associação mundial de padrões de sustentabilidade.

Para obterem a certificação de sustentabilidade, as pescarias devem cumprir os rigorosos requisitos estabelecidos pelo MSC, que se referem à sustentabilidade das populações de peixe, à minimização do impacto ambiental e à gestão eficaz das pescarias.

Para Nicolas Guichoux, director de programas do Marine Stewardship Council, “uma vez que o Japão é um dos maiores mercados de produtos do mar do Mundo e um dos maiores importadores mundiais de produtos do mar, saudamos o reconhecimento do MSC por parte do Comité Organizador de Tóquio pelo seu Código de Aprovisionamento Sustentável de Produtos da Pesca nos Jogos de Tóquio 2020”.

E acrescenta: “esperamos que a decisão do comité de incluir produtos do mar sustentáveis certificados na sua política de aquisições seja um passo no sentido de uma maior adopção de políticas de aprovisionamento sustentável de produtos do mar no Japão. Se isto se concretizar, será uma magnífica notícia para o movimento dos produtos do mar sustentáveis, uma vez que o Japão continua a ser o mercado mais influente do mundo no que diz respeito à pesca e à aquicultura”.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •   
  •  

Verifique também

Fundão lança concurso para criação da identidade gráfica do Centro de AgroTech. Candidaturas até 23 de Agosto de 2021

Partilhar              A Câmara Municipal do Fundão lançou um concurso de ideias para a concepção da identidade …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.